por Rolando BoldrinFordinho 29

Dito Preto, um amigo meu, caminhãozinho Ford 29 para puxar cana na Fazenda. Tinha comprado à prestação, mas o Fordinho estava acabado.

Ele trabalhava com o caminhãozinho Fordeco durante a semana e no sábado colocava as varas no caminhãozinho e ia pescar. Naquele sábado, ele já tinha tomado 'umas e outras' e ia indo para o Rio Sapucaí. No meio da estrada, apareceu um guarda rodoviário. O policial fez sinal para ele parar. Dito Preto foi indo com o caminhãozinho pelo acostamento. 'Beeeeeeem' lá na frente parou. O guarda chegou e disse:

- Deixa eu ver a carta...
...de motorista.
- Seu guarda, não vou enganar o senhor. Não vou dizer que tenho
carta porque eu não tenho. Comprei esse caminhãozinho para puxar cana na fazenda e ainda não deu pra comprar a...
...carta.
- Então deixa eu ver o documento do caminhão.
- Seu guarda, não vou enganar o senhor. Não vou dizer que tenho documento porque não tenho. Ainda não comprei não, senhor.
- Não tem carta, não tem documento...
- Mas todo mundo me conhece por essas bandas, seu guarda. É só perguntar. Todo mundo sabe que o caminhãozinho é meu. Quando tiver tempo, vou comprar a carta e o documento lá com o delegado.
- Então acende os faróis.
- Vai desculpar, seu guarda, mas o direito não tem. E o esquerdo tá queimado.
- E a buzina?
- Não vou dizer pro senhor que tenho, porque não tenho. Comprei o caminhãozinho à prestação e não deu pra colocar a buzina.
- E o breque? Pelo menos o breque, o senhor...
...tem?
- O senhor acha que se eu tivesse breque não tinha parado lá atrás, quando o senhor mandou?
- Se eu for multar o senhor, a multa vai ser tão alta que nem vendendo o caminhãozinho o senhor vai poder pagar. Então, vai pescar de uma vez.
- Mas não tem bateria, seu guarda. O senhor ajuda a empurrar?

E o guarda empurrou.

Por Rolando Boldrin

Os artigos e reportagens, quando assinados, não refletem necessariamente a opinião do Site da Granja e são de inteira responsabilidade de seus autores.


  • Comentários (0)
  • Comente aqui
  • Indicar para amigo(a)
  • Imprimir
Nenhum comentário.

Preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:  Exibir e-mail
Título:
Comentário: 
Seu comentário sobre essa matéria, será avaliado
e publicado no prazo máximo de 48 horas.
QNG   

Indique esta notícia a um(a) Amigo(a):

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo(a):
E-mail Amigo(a): 

Paia...Assada - Rolando Boldrin

Rolando Boldrin

Rolando Boldrin

Conta causos fazendo a gente saborear o modo gostoso de uma boa prosa.

ATENÇÃO!
SR. BRASIL, programa de Rolando Boldrin
TV Cultura: Sábados 19:00 h / Domingos 10:00 h

E-mail: boldrin@rolandoboldrin.com.br



Todos os direitos de reprodução e representação reservados.

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal

Arquivo

  • Fordinho 29
  • O Gato da Madame
  • O que é que ocê me diz, cumpadi?
  • O bom administrador de fazenda
  • Apetite de formigão
  • Enforcando o ladrão
  • A gozação
  • Caipira não se aperta!
  • O Cotuba e suas tiradas
  • O Tédio
  • Um causo de viajante
  • Era um barbeiro pra lá de bom
  • A cascavé*
  • O programa de auditório
  • Pito do Inquilino
  • O caipira do cachimbo
  • O bêbado e o ratinho
  • Mariquinha teimosa
  • Esses Caipiras!
  • Ara, que susto danado!
  • A Velhinha que sabia Pechinchar
  • Um pinguço no inferno
  • Êta caboclo unha de fome
  • Êta caboclo miserável
  • Por falar em eleição
  • O (não) pagador de promessas
  • Nos tempos da revolução
  • Êta Gaúcho Folgado
  • O roubo do relógio
  • Nos tempos do cangaço (eu disse can-ga-ço)
  • Cuma é o nome dele?
  • Causos de desavenças
  • Trem bão é ser mineiro... UAI!
  • Propaganda eleitoral em teco-teco
  • Escolinha da fazenda
  • Gaúcho machão
  • O menino e a bicicleta
  • O larápio das igrejas
  • O Cumpadi morimbundo
  • Mais sabido que o padre
  • O touro e a vaca assanhada
  • Ligações que custaram caro
  • Conversa dos Bichos
  • A galinha americana
  • O vendedor de cavalos
  • O que é que ocê me diz, cumpadi II
  • O Boticário da minha terra
  • Oração Gaúcha
  • Eu quero voltar pra casa*
  • Confissão de Caboco*
  • Brinquedo de escondê
  • Vida da Semana
  • Final de Ato*
  • Outra de viajante
  • Balada Negra*
  • O programa de auditório
  • Carro de Boi
  • Estradas*
  • Chico Beleza*
  • Moda do Boiadero Entusiasmado*
  • Pátria*
  • A Flor do Maracujá*
  • Maria Felicidade*
  • O Samba
  • Pitoco
  • Homem não chora (Poema)
  • Êta caboclo unha-de-fome!
  • Nos tempos do cangaço ( eu disse can-ga-ço)
  • O Pedido do Caipira
  • O que é ocê me diz, cumpadi II