por JanyNana Nenê!

No Instagram, Lau Guimarães escreveu: “Pra parar com essa santificação das mães. Pra lembrar que é mãe, mas também é mulher, e se gostava de sexo mais pegada, não é por que virou mãe que tem que mudar. Pra estimular viradas de noite suadas depois de por os filhos pra dormir”.


A Bia não pode andar, por isso quando ela quer pular corda, Rosana, sua mãe, a pega no colo e pula corda com Bia nos braços.

No supermercado ouvi o menino de três anos falar bem alto: “mãe, quero fazer xixi”. E logo em seguida repetiu o pedido. A mãe que conversava com outra moça olhou pra ele com cara de poucos amigos e disse: “Ok!”. Voltei depois de um tempo para ver se ele tinha ido pro banheiro e nada: ele ainda nas prateleiras e ela na conversa com a amiga.

Só sei que um ser vulnerável aparece no planeta quando um homem e uma mulher fazem amor no momento certo para isso acontecer. E aí aqueles seres viram mãe e pai.

O ser vulnerável depende integralmente de alguém para sobreviver. Espera-se que seus pais tomem esse encargo para si.

Sorte de quem tem como cuidador alguém que se coloca no lugar do ser vulnerável e procura ser para ele aquilo que ele ainda não é: capaz de se cuidar sozinho. De se levar para fazer xixi... Alguém que olha para aquele ser e procura compreendê-lo.

A grande salvação para o planeta e para a humanidade é sermos capazes de diluir as fronteiras e encarar o Outro como parte de nós, como se fôssemos uma coisa só. Isso é extremamente difícil, mas muitas mães conseguem com grande facilidade. Se o filho está bem, ela está bem. O Eu da mãe é expandido. Inclui o filho.

Revolucionárias as mães (e os pais) que experimentam essa possibilidade. Eles conhecem a força do amor. Essa força linda, transformadora, que nos tira do umbigo e deixa nosso olhar mais amplo.

Viva as mães e os pais neste Dia das Mães, e que possa haver muitas noites suadas depois que os filhos dormirem!



Os artigos e reportagens, quando assinados, não refletem necessariamente a opinião do Site da Granja e são de inteira responsabilidade de seus autores.


  • Comentários (0)
  • Comente aqui
  • Indicar para amigo(a)
  • Imprimir
Nenhum comentário.

Preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:  Exibir e-mail
Título:
Comentário: 
Seu comentário sobre essa matéria, será avaliado
e publicado no prazo máximo de 48 horas.
PMG   

Indique esta notícia a um(a) Amigo(a):

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo(a):
E-mail Amigo(a): 

Planeta eu - Jany

Jany

Escritora e Focalizadora de Dança Circular no UlaBiná.



Todos os direitos de reprodução e representação reservados.

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal

Arquivo

  • Nana Nenê!
  • Os mansos e o presente
  • Vamos de mãos dadas!
  • Zezinho Bruce e eu, no Crepúsculo!
  • Papai Mamãe: um Clássico!
  • Piquenique com os Seres de Luz!
  • Sou feia!!
  • O corpo desobediente! por Jany
  • Não tem só bem pensar!
  • Voa Aurélio! por Jany
  • Olhos de cuidado! por Jany
  • Cuidado com o Penelin!
  • Fala que eu te escuto!
  • Na palma da mão!
  • A revolução da verdade!
  • Sim! Pode falar!
  • Ai de mim! Por Jany Vargas
  • Ioiô para todos!
  • Mãe Divina Mãe, meu coração pertence a ti
  • Quer mudar o mundo?
  • O mapa!
  • Eneagrama - Qual é o Seu Número?
  • Néctar para o inimigo!
  • Imagine!
  • Para fluir suavemente...
  • Belo ou vil metal?
  • Problemas com alguma pessoa?
  • Funk e Roberto
  • Carma, Zuco e Panga!
  • Antônio Fagundes: leitor!
  • Planeta Nós!
  • Quero viver!
  • Tatu bola ?
  • As finitas manhãs
  • Vestido novo!
  • Ursos brancos
  • Olho por olho?
  • Lá, num pedacinho da Mata Atlântica
  • ONE FOR ONE!
  • A metáfora e o garoto problema
  • Combinado?
  • O cavalo hermoso!
  • Atenção!
  • É para o melhor!
  • Todo dia!
  • “Ela que me faz um navegador”
  • A Dona do meu Botequim
  • O deserto e as pequenas mãos
  • Crônica Fé e Liberdade
  • Não se justifique!
  • Uma das rosas do Guimarães
  • Vem não, Bicho Papão!
  • O porco-espinho e a boca rebelde!
  • A Vasta Claridade!
  • A mão que beija, a mão que bate!
  • Meu reino por este Reino!
  • Um único pulsar!
  • A vida é um piquenique
  • Doutor ou bailarino?
  • “Eu, caçador de mim”
  • A menina e seus amores obsessivos
  • Na rua, no sofá e na ação!
  • Livre, eu vou seguindo meu caminho
  • Das pequenas plantas às grandes florestas
  • Hello ET!
  • Enquanto não bate o vento forte...
  • The book is on the table!
  • Marchar e bailar!
  • No Baile de Madame Providência
  • Cidades para pessoas
  • Você me curte?
  • A Terra e os errantes navegantes
  • O Grande Oceano
  • A água nos meus olhos
  • Era uma vez
  • Quem vive aqui?
  • Manifesto pela Educação
  • 1.0, mas bem bronzeada!
  • A raiva, o gato e o sapato!
  • Nem amos, nem escravos!
  • Aprendi com você...
  • Só a bailarina que não tem...
  • Vejo flores em você
  • A invenção do normal!
  • Sol para todos!
  • Medalhas no meu peito!
  • Ser ou não ser, eis a questão!
  • Vai lá Gerônimo!
  • Esperança
  • A Terra é azul!
  • Fé e liberdade
  • Antes que eu durma cedo demais...
  • Sob o céu, plantando...
  • “Imagine na Copa!”
  • No tabuleiro da existência...
  • “Alô, alô marciano...”
  • Nave Mãe Terra!
  • A lucidez é um vírus
  • Na rede, com você!
  • Foi o amor
  • Embaixo da roupa todo mundo é pelado!
  • Amar, o verbo do coração
  • Leve no ar
  • Deixa brilhar!
  • Fica comigo esta noite?
  • Até você, Gina?
  • Minha noite, teu dia
  • A mulher peixe!
  • Tram prá lá, tram pra cá!
  • O chinês e o quebra cabeça
  • Fé e Liberdade
  • 1, 2 e 3 de Oliveira 4
  • Infinito Particular
  • Complexa e Bela!
  • Chuva forte no pires!
  • Descalça, às vezes...
  • Historinhas e Territórios
  • Raiva quente ou com gelo?
  • Travessia
  • Atchim!!!
  • Respiro e isso é quase tudo!
  • A gente temos!
  • No céu da vida
  • O biquine e o Minotauro
  • Agora mesmo, eu e você por aqui!
  • Mulher ao mar!
  • Vinte mil léguas dentro de mim
  • O grifo e a princesa gripada
  • Crenças na capa da Revista
  • O Galo Infiel
  • Roncos na viagem sem passaporte
  • “O Importante é que emoções eu vivi”
  • Agora mesmo!
  • Ohos de Osho
  • Estrelas no bolso
  • Brilhar antes de mergulhar
  • Já dizia Caetano...
  • Ar para Tomar
  • Escolhas e chatice
  • Passeio pelos Seis Reinos da Existência
  • Significados
  • Sabe o que é Dança Circular?
  • Graça e Coragem por Jany