Cartas

 

O que falta na Granja


Vou morar na Granja e sempre desde meu casamento era um sonho que agora estou prestes a realizar. Um dos motivos que demorei a tomar esta decisão, é a falta de um bom HOSPITAL, ate porque meus filhos são pequenos e numa emergência, não sei para onde correr rapidamente.

Já conversei com o Hospital Einstein, e eles não tem nenhum projeto para a Granja.

Mesmo que não fosse um Hospital, mas pelo menos um PRONTO ATENDIMENTO acho de fundamental importância. Existem muitas crianças e muitos adultos que numa emergência fica difícil. Sinceramente me sentiria muito segura se conseguíssemos uma unidade de Pronto Atendimento pelo menos.



Obrigada,
Ana Rita Michelini Toschi


Duplicação da São Camilo - Carta da Moradora


Da noite para o dia, nós moradores do que já foi considerado um bairro com qualidade de vida e tranqüilidade, somos cada vez mais surpreendidos com decisões arbitrárias tomadas além e apesar de nós.

Em nome mais uma vez, da especulação e exploração imobiliária indiscriminada e do crescimento sem planejamento, e pior, com o aval da prefeitura de Carapicuíba, posto que esta é uma obra de parceria privada e pública como já foi tão divulgado.

As "melhorias" da Avenida São Camilo, que com certeza (quero acreditar) trarão uma melhor distribuição do fluxo cada vez maior de carros neste pedaço de Granja Viana, nos foi imposta de forma arbitrária, alterando assim a rotina de milhares de moradores do trecho Chácara dos Lagos / Fazendinha.

Não foi feita nenhuma pesquisa sobre qual seria a melhor alternativa para a população local, no que diz respeito ao fechamento da Avenida São Camilo sentido São Paulo e Centro da Granja. Foi colocada uma faixa de aviso de que a via seria interditada no dia 19/05/08 último por motivos de obra. E simplesmente, na 3ª feira seguinte 20/05/08 pela manhã, ao sair do Condomínio onde moro, que por sinal está a apenas 10 metros da mão dupla, me deparei com uma placa determinando que eu deveria seguir somente para a esquerda, sentido Fazendinha, caso quisesse "dar um pulinho no centrinho ou ir até São Paulo.

Como se não bastasse essa total falta de respeito, fui informada que esse transtorno irá acontecer diariamente por "somente 90 dias."
No dia a dia, entro e saio do condomínio pelo menos dez vezes, e todo o meu trajeto resume-se em torno dos km 22 a 26 da Raposo Tavares. A maioria dos moradores tem filhos pequenos ou adolescentes, o que implica num maior número de idas e voltas.
Se eventualmente eu precisasse sair à noite, teria que dar a volta por Carapicuíba num trajeto não seguro e em caso de uma eventual emergência não teria opção de virar à esquerda e em 5 minutos estar no acesso para São Paulo. Sem considerar até então o grande aumento no consumo de combustível diário.

Aqui registro, portanto a minha indignação da qual sei que compartilham muitos outros moradores da região, diante da arbitrariedade e irresponsabilidade deste fato.

Simplesmente mudar o sentido de uma via dupla para mão única, repito arbitrariamente, não é uma situação que represente preocupação com a qualidade de vida e ou melhorias para a população.

Sugiro uma opção de alternativa de direção para o fluxo de carros em seus horários de maior pico.


Adriana


Resposta da Auto Escola Cidade das Rosas


Em atenção à reclamação da Sra Roberta Ferreira, nada temos a questionar pois, de fato, houve um erro na condução do primeiro processo, não percebido à época, o que ocasionou os problemas relatados pela reclamante e, apesar das tentativas de se resolver agora, isso não foi possivel, tendo sido devolvido o processo a Sra Roberta, apesar de termos nos prontificado a proceder o encaminhamento correto do referido processo, o que não foi aceito por ela, pela quebra de confiança em relação à empresa.
Declaramos, ainda, sentir muito pelo ocorrido e pedimos desculpas pelos transtornos causados e nos colocamos à sua disposição, caso necessite dos nossos serviços, assim como a todos os nossos clientes, que atendemos há quase 30 anos, com respeito e profissionalismo, procurando fazer sempre o melhor


Sergio Augusto Merino


Reclamação da Auto Escola


Venho por meio desta relatar os fatos ocorridos comigo ao contratar os serviços da Auto Escola Cidade das Rosas . Em novembro de 2004, recebi uma notificação do DETRAN para procedimento de suspensão, por conta de ter ultrapassado os 20 pontos em 12 meses. Para saber o que eu deveria fazer, eu me dirigi à auto-escola acima citada. A pessoa que me atendeu - Sergio Augusto Merino - foi muito solícita e disse qual era o procedimento: Teria que entregar minha habilitação e e fazer um curso (...) eu paguei pelo"registro" e pelo "recurso", nas suas palavras, o que para mim significavam: "transferência para Cotia" e "zerar a minha pontuação", regularizando a situação após a suspensão. Logo ele me ligou, e fui buscar minha habilitação de volta. Tudo em ordem, aparentemente. Pois bem, em final de Outubro de 2007, me dirigi a ele de novo, para fazer agora a RENOVAÇÃO da minha Habilitação, já que venceria em 08/11/2007. Ele novamente me explicou o procedimento. Semanas se passaram e NADA. (..) cobrei mais incisivamente . Em meio a uma infinidade de desculpas esfarrapadas, e afirmações de que ele de nada sabia, ele me disse que lá atrás, em 2005, quando eu o PAGUEI para me transferir a habilitação e atender ao processo de suspensão, NADA HAVIA SIDO FEITO! "Ele não sabia", mas agora, quando do pedido de renovação, ele "só agora ficou sabendo" que "não sabe o porquê" , mas "alguém no CIRETRAN de COTIA" cancelou e arquivou o meu processo, que nem sequer chegou ao DETRAN. E em 2005, me devolveu a Carta de Habilitação, do jeito que eu a entreguei !! E eu dirigi todos este anos, com uma carta que estava com a pontuação estourada, sem saber DE NADA! E mais...tendo feito tudo da forma mais correta possível, como se deve fazer, quando se é um cidadão CONSCIENTE! Esta pessoa me pareceu que não entende nada do oficio que exerce (...). Ele afirma que deu entrada no CIRETRAN DE COTIA, coisa que o Delegado Dr. Paulo, do DETRAN afirma que não foi feito, pois ele deveria ter um número de protocolo. Eu então o indaguei de "como é que ele deu entrada no CIRETRAN" sem ao menos ter um número de protocolo, ou qualquer recibo que o valha, e ele disse : " Eu vou dizer uma coisa que pode até me prejudicar, mas é verdade: é que aqui se dá entrada informal, é comum isso..." ENTRADA INFORMAL ? O que é isso? Fiquei sem saber...


Roberta Alderighi Ferreira Millás Ribeiro


A Vila Diva pede socorro
carta aberta a Prefeitura e Câmara dos Deputados de Carapicuíba


Ilmo Sr Prefeito, Secretários, Deputados e Moradores da Granja e de Carapicuíba:

Decidi tornar público meu pedido de inclusão dos direitos que a cidadania permite.
Infelizmente trata-se de mais um apelo ao poder público.

Gostaria de divulgar a situação de abandono em que se encontra o Bairro do Município de Carapicuíba denominado Vila Diva. Minha esperança é que através desta carta, Prefeito, Secretários e Deputados venham a conhecer tal local, pois, mais de uma vez quando liguei nas Secretarias do Município para reclamar para solicitar informação às pessoas que me atenderam confessaram NÃO CONHECER A VILA DIVA!!! Também testemunhei pessoalmente a confissão de um assessor de Secretario que estava no bairro inspecionando a solicitação de retirada de uma árvore que ERA A PRIMEIRA VEZ QUE IA A VILA DIVA E QUE NUNCA TINHA OUVIDO FALAR DAQUI!

 
Canalização feita por moradores
 
Pois é, em razão disso, aqui não existe fiscalização das infinitas obras de novas casas, a coleta de lixo é esporádica, as solicitação de conserto das vias públicas NÃO TÊM PREVISÃO DE ACONTECER, a coleta de águas pluviais não existe, a coleta de esgoto não chegou, nem a iluminação pública.
Porém, gostaria de informar aos governantes que PAGO MEU IPTU, LICENCIEI MEU CARRO COM A PLACA DE CARAPICUIBA E TRANSFERI MEU TÍTULO DE ELEITORA PARA CARAPICUÍBA. Ou seja, sou uma cidadã que cumpre com seus deveres e que necessita do apoio do poder público no que lhe é dever para seja possível morar com dignidade e cidadania!

Me recuso entretanto a ouvir de vocês que Carapicuíba não recebe impostos, que é uma cidade dormitório, e que eu sou privilegiada, rica e que o poder público prioriza a classe mais desfavorecida! Isto é preconceito! Eu adquiri esta condição por ter tra-ba-lha-do, por ser responsável e cumprir com meus deveres! Portanto, mereço a mesma atenção que os demais munícipes de Carapicuíba!

Saibam Ilustríssimos Senhores, que a falta de coleta de águas pluviais e a ausência de fiscalização de vocês está gerando áreas aqui na Vila Diva, que em pouco tempo sofrerão grau de erosão altíssimo!! Nós não precisamos de asfalto! O asfalto sem a coleta das águas pluviais será uma agravante para a situação! Nós queremos a conservação e orientação correta das vias públicas e ajuda para uma solução que impeça que a chuva acabe com a Vila Diva.

GOVERNANTES, CONVIDO VOCÊS A CONHECEREM A VILA DIVA E VERIFICAREM O QUE A FALTA DE COLETA DE ÁGUAS PLUVIAIS, DE PLANEJAMENTO, DE FISCALIZAÇÃO, E DE CONSERVAÇÃO DO QUE É DO MUNICÍPIO ESTÁ CAUSANDO!
Por favor, nos incluam! Não queremos mais ser excluídos do Município de Carapicuíba! Eu gosto daqui, escolhi aqui para morar!

Obrigada.

 
Erosão na rua Uba com ferros
 
Lixo acumulando na rua Uba


Mariana de Oliveira Pedreira


1 mês sem energia na rua


Por favor AESEletropaulo. Nossa rua Carlos Antonio Pereira de Castro está sem luz num grande trecho dela já quase 1 mês... Quanto descaso.. Venham consertar o transformador queimado!



Virginia Meire Gomes de Oliveira


AESEletropaulo


Mais uma vez recorro a "nossa voz" na região para reclamar da AESEletropaulo. É um absurdo nossas ruas estarem às escuras, com a São Camilo e a Felix, como exemplo maior, provocando insegurança nos pedestres e motoristas. Também quanto a queda de fiação de poste de rua, que ocorreu ontem durante o temporal e até agora, 15 horas após, não foi consertado e quando chega a conta vem informando que a falta de energia "está dentro dos parametros legais". Que saudade, infelizmente, do tempo que era estatal.



Ludovino Alves de Souza Junior


Esquecimento


Eu gostaria de saber do senhor sub. Prefeito da granja, porque o bairro jd. barbacena , esta tão abandonado referente a limpezas de ruas, manutenção de bueiros, pintura de lombadas,guias , sinalição de transito e tapa buraco.



Samir Barbosa


Esquecimento: Resposta da sub-prefeitura da Granja Viana


O serviço de limpeza foi feito nas principais avenidas da Granja Viana começando pela Estrada do Espigão (região próxima ao rebelato), a operação de tapa buracos foi feita na Estrada dos Galdinos e em breve devemos entrar nas demais ruas capilares. Será dada atenção ao pedido do morador.

Atenciosamente,



Luis Gustavo Napolitano


Propagandas


Caros editores,

Leio frequentemente sua comunicação, e acabei de ler uma propaganda da Téia Cabelereiros, que me fez lembrar suas faixas de colocadas na Rua José Felix de Oliveira. Felizmente eles estão usando outros meios, como o site da Granja.

Há mais de dois anos decidi não consumir ou utilizar nenhum serviço das empresas que usam nossas ruas para fazer propaganda, provocando uma desagradável poluição visual na Granja Viana. Sempre que tenho oportunidade, convenço meus amigos a fazerem o mesmo.

Como a Téia não tem local para sugestões no site, deixo a critério de vocês enviar esta mensagem a eles, e a outros que costumam fazer o mesmo. A sugestão é que invistam em propaganda porta a porta, sites, jornais, ao invés de utilizar áreas públicas como meio de propaganda gratuíta.

Atenciosamente


Marilene Guilares S Pottes
Moradora há 25 anos


DER x Usuários Raposo Tavares (Congestionamento

e transtornos no trânsito)


Com relação a reclamação feita pela usuária Rosana Costa, informamos que:

 

- Trata-se de uma obra voltada a melhoria da segurança do tráfego de veículos e de pedestres executadas na altura do km 32+800 da SP-270 (Rodovia Raposo Tavares), confluência com a SP-029 (Estrada da Roselândia), tendo em vista as inúmeras reclamações recebidas por este DER;

 

- Esta obra contemplou a efetivação de adaptação geométrica e reforço da sinalização vertical e horizontal do trecho, nas marginais locais paralelas à Rodovia Raposo Tavares, em ambos os sentidos de tráfego, bem como na chegada da SP-029, visando eliminar conflitos viários e de passagem de pedestres, com o intuito de preservar a segurança local, bem como evitar os constantes acidentes neste trecho;

 

- Esclarecemos que esta obra, como outras que interferem com o tráfego rodoviário da SP-270, havia sido programada para ser executada em horário noturno, dentro do período agendado para sua execução, entretanto tivemos que realizá-las durante o dia, em razão das chuvas constantes durante à noite;

 

- Mesmo assim, não detectamos, durante a obra, ocorrência de descaso que justifiquem o estado fatídico exposto pela usuária, provocado pelo excesso de lentidão e/ou congestionamento de veículos, uma vez que a mesma foi realizada fora dos horários de pico da Rodovia, que se dá no início da manhã e no começo da noite;

 

- Este DER manteve neste trecho, durante toda a realização da obra, equipes operacionais destinadas a sinalização, monitoramento e acompanhamento do tráfego local, dando-lhe, dentro das condições deste segmento, segurança e fluidez.

 

Sem mais,
Cordialmente.


Vivaldo Camargo Basílio
Gerente de Conservação


Na altura do Km. 32,5 da Raposo Tavares - em frente ao Atacadão, ocorreu nesta terça-feira dia 12 de fevereiro uma Obra de Pintura de Faixa. Ocorre que essa obra foi executada ao meio dia, que é o horário de maior fluxo de veículos. Solicitei ao depto. de trânsito uma justificativa para esse caso, mas não houve retorno. Na minha opinião, esse tipo de obra deveria ser executada no período noturno. Presenciei diversas Peruas Escolares, com crianças passando mal devido ao calor. Peço a Depto de Trânsito - uma explicação para esse descaso com os usuários.

Rosana Costa


Alerta aos Consumidores de Cotia


Vocês poderiam alertar os consumidores de Cotia? Segue uma denúncia: Estou construindo uma casa no Km 39,5. Nesse mesmo km, existe uma empresa que se chama MADERSIL COMÉRCIO DE ESQUADRIAS LTDA, cuja proprietária se chama Silvia, moradora de Cotia. Ocorre que ela está vendendo esquadrias e não está entregando. Nós somos uma das várias vítimas que estão com os nervos à flor da pele. Antes de comprar, verificamos junto aos principais órgãos de defesa do consumidor e nada constava no nome da empresa, e também, visitamos uma obra que ela fez (mas não falei com o proprietário, só vimos de fora), ou seja, aparentemente estava tudo ok. 6 meses depois que pagamos, até o momento só recebemos a metade da mercadoria e com muito custo. Não adianta ligar (ela desliga na cara).

Maria do Carmo


Ação Civil Pública Contra o Serrano


Caros,
Anexa cópia da AÇÂO CIVIL PÚBLICA de número 2324/07 na Primeira Vara de Cotia e para a qual solicito divulgação.
A referida obra é irregular, não foi construída de acordo com as normas do DAEE que não concedeu a Outorga e ocupa pelo menos 60 metros quadrados de ÁREA PÚBLICA.
Adicionalmente o aborto construtivo permite o uso da residência da Rua Nova Amazonas, 80 como depósito de lixo, estacionamento de caminhões para carga e descarga e entrada e estacionamento de veículos de clientes. Em resumo, o Supermercado Serrano transformou a Rua Nova Amazonas em sua entrada de serviço.
Atenciosamente,

Roberto Zullino
55+11+9941 3884

http://granjavianaurgente.blogspot.com/


As irmãs da Assa


Parabéns pela excelente reportagem " As irmãs da Assa".

Naisa Tessaroto
Presidente
Fundo Social Sol Cotia


Construção em área de preservação ambiental


Senhores Secretários do Meio Ambiente de da Segurança Pública,
A resposta da Polícia Ambiental abaixo é representativa da atuação do governo em relação ao meio ambiente, foi superficial para dizer o mínimo.
Uma denúncia feita pelo Movimento Granja Viva em 05 de Junho de 2007 respondida em 17 de Janeiro de 2008. Se formos esperar proteção desse aparato é melhor não tê-lo, custaria bem menos.
Note-se que a denúncia foi feita ainda com as obras AINDA em construção. Pelo que entendemos a diligência foi convenientemente feita após as obras, que aliás foram feitas depressa. Depressa por que? Típico de caracterizar um fato consumado.
Sobre a resposta da Polícia Ambiental temos a comentar:
1-Desde quando construir sobre córregos é lei que caduca? Desconhecemos o fato de que a autoridade policial possa emitir julgamentos sobre leis. Quem decide prescrição de crimes é a justiça e mesmo assim depois de ritos processuais e administrativos.
2-A construção não tem dez anos, é recente, o que existia antes era uma ponte de 3 metros e agora foi feito um túnel de quase 20 metros com uma parte em madeira, parte pequena, mas importante.
Desde quando a construção em madeira não é construção? Construiram em madeira porque? Se estivessem com a razão poderiam ter construído em concreto, mas escolheram fazer uma mínima parte em madeira para usar como moeda de troca.
Se demolirem a construção em madeira será muito difícil o estabelecimento cometer outras irregularidades mais adiante citadas, visto que os carros e caminhões não conseguirão usar a "ponte" para acessar o supermercado.
Só conseguiram fazer devido à inação dos "zeladores" do meio-ambiente e das leis, mais especificamente as suas Secretarias e órgãos acessórios. Isso apesar da grita da comunidade.
3-O Supermercado Serrano tem mais de 40 anos, para isso bastaria verificar em algum cadastro, eletropaulo, sabesp, prefeitura etc...fora a junta comercial. Portanto, o item 1.1 da resposta da Polícia Ambiental é inexato, anteriormente ao Serrano nada existia e não o contrário. Tudo foi obra desse estabelecimento comercial.
4-Não é verdade que não foi suprimida vegetação, foi derrubada uma mangueira e outras árvores, visto que a área era o jardim da casa sita à Rua Nova Amazonas 80 - anexas fotos demonstrando. Poder-se-ia ouvir testemunhas, mas para isso teria que ter sido aberto inquérito que seria o correto, mas isso deve dar trabalho.
5-A Polícia Ambiental não respondeu a indagação de que a residência da Rua Nova Amazonas 80 está sendo usada com finalidade incompatível com o zoneamento, o Supermercado Serrano transformou a rua residencial em sua entrada de serviço.
6-Desconhecemos que tenha sido elaborado Laudo de Vistoria por engenheiro responsável, portanto, não é da competência da Polícia Ambiental emitir opiniões sobre idade das construções, pelo menos desconhecemos que tenha demonstrado aparato técnico para tal. Se não o fez, não pode emitir pareceres baseados em "achologia" sobre idade de construções.
Cópia será encaminhada ao Crea-SP que é o órgão federal regulador da atividade para que o mesmo tome ciência dos fatos.
Há pelo menos duas denúncias na Promotoria de Justiça de Cotia, coisa fácil de ser averiguada se não houver "canso". A CAO-UMA recebeu denúncia e enviou também para a Promotoria de Justiça de Cotia.
Sem querer ensinar, mas o mínimo esperado seria a abertura de um inquérito para se averiguar os fatos. Depois disso poder-se-ia emitir julgamentos. Para restabelecimento da verdade, lembramos que o estabelecimento vem cometendo os seguintes atos:
a-Produz barulho com suas máquinas de refrigeração, ruídos acima da resolução do Conama, fato constatado pela Agência Ambiental do Estado de São Paulo - Cetesb, desde Outubro de 2007 quando efetuamos denúncia, tendo a Cetesb efetuado várias vistorias e emitido advertências.
Hoje, dia 21 de Janeiro de 2008, estiveram os Srs Nivaldo e Francisco da Cetesb que novamente constataram o ruído excessivo, isso pela quarta vez. Até quando?. A Cetesb até o momento foi solenemente ignorada, ou pelo menos desconhecemos resultados práticos.
b-Construção sobre o córrego Potium e alega direito adquirido pela construção ter mais de dez anos. Não é verdade, a construção irregular era mínima, 3 metros lineares e foi aumentada para quase 20 metros visando o acesso a uma área residencial. A pequena parte de madeira é capital para os intentos melévolos de uso de terreno residencial.
Desde quando alguém pode usar área pública e alegar direito sobre ela? A área sobre o córrego tem pelo menos 3 x 20 metros, o que resulta em 60 metros quadrados. Além de área considerável, desconhecemos se o estabelecimento paga algum aluguel pelo uso da mesma. Quer dizer que podemos ocupar áreas públicas sem o menor problema? Cabe ao estado cuidar da preservação da "res pública", é nosso, é do povo e não pode ser usada por particulares. Não é o que tem acontecido.
c-Corte de vegetação, uma mangueira de grande porte pelo menos e asfaltamento do jardim da residência de Rua Nova Amazonas 80. Fotos anexas. Pode ser constatado facilmente que o jardim da Rua Nova Amazonas 80 foi ASFALTADO para que os veículos de carga e descarga e clientes do estabelecimento estacionem. Para que ASFALTAR jardim? A mangueira foi cortada para aumentar o número de vagas. Como assim? Estacionamento em rua residencial? Tiram uma mangueira grande e não encontram vestígios?
d-Utilização da residência da Rua Nova Amazonas 80 como entrada de veículos, estacionamento, descarga de caminhões, armazenamento e disposição de lixo para coleta, coisa aliás objeto de denúncias e fotos já enviadas a V.Sa. anteriormente. Como pode um estabelecimento se lixar para a lei de zoneamento e nada acontecer?
Na foto "Serrano com árvore", pode-se ver a mangueira bem alta e adulta. Qualquer pessoa poderá constatar o remendo no chão e se cavar um pouco poderá verificar os vestígios de raízes recentes, coisa fácil para um policial que queira investigar. Devem esperando que o crime prescreva.
Na foto "Serrano sem árvore" pode-se ver os operários trabalhando virando concreto, veja-se a brita. Concreto para quê? Se fosse apenas para revestimento como diz a Polícia Ambiental dever-se-ia utilizar areia, cal e cimento, popularmente conhecida como argamassa. O uso de brita é aconselhado para obras ESTRUTURAIS, que foi o caso.
É urgente que se promova a demolição da parte de madeira do túnel, do contrário, a mesma será concretada e depois se alegará que tem mais de 10 anos.
O que se vê é uma diluição de responsabilidades por parte do poder público, um joguinho de empurra e disso se aproveitam os que não respeitam as leis, as normas, a ordem e as práticas de boa vizinhança.
Se não quiserem fazer nada é lamentável, mas o que se vai fazer? Isso apenas seguirá o padrão, os resultados na Granja Vianna e seu entorno estão aí para quem quiser ver, bagunças de estabelecimentos comerciais, desmatamentos na Avenida São Camilo e outras ruas sem que ninguém seja preso ou autuado, loteamentos descumprindo leis e normas.
A especulação imobiliária demonstra que o poder público não tem a menor competência para controlar ou normatizar as ações. Essa tem sido a norma de atuação do estado, omissão há séculos, omite-se na saúde e todo mundo tem que ter convênio, omite-se na segurança e todo mundo tem que contratar milícias, omite-se no meio ambiente e o resultado é o caos, nada de novo portanto.
O tucanato apenas acrescenta um poleiro de onde fica nos observando com cara de conteúdo. Por favor, poupe-nos de "pérolas" como essa onde a polícia defende perpetradores de ilegalidades.
Temos que ter "Tolerância Zero" para com as ditas autoridades, aliás, "Tolerância Zero" é direito do cidadão e não do estado.

Roberto Zullino
55+11+9941 3884
Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
Mestre em Ciência da Engenharia por Stanford University
Acessem - http://granjavianaurgente.blogspot.com



Construção em área de preservação ambiental


A polícia Ambiental respondeu o que todos os empreiteiros gostaríam de ouvir.
Está aberta a temporada de corte de árvores (porque naquele local existia sim uma árvore adulta e se vocês passarem por lá vão ver um remendo de cimento no asfalto do estacionamento aonde existia uma "mangueira").
Está liberado a "construção de lajes" e "pontes" em área de preservação permanente sem qualquer responsabilidade técnica.
Obs: Será que essa foto tem mais de dez anos??? A árvore que mencionei está aparecendo na foto. Será que é montagem?

Serrano com árvore
Serrano sem árvore

 

Gian Massa



Construção em área de preservação ambiental


Senhores,

Vimos por meio desta informar construção em cima do corrego potion (Granja Viana - Cotia), obra esta em execução pelo Supermercado Serrano - Rua Nova Amazonas nº 80.
A obra de ampliação contempla uma laje em cima do corrego ligando dois imóveis distintos, o primeiro com entrada pela Av. José Félix de Oliveira e o segundo pela Rua Nova Amazonas. Entre os dois imóveis passa o Córrego Potion.
Na certeza de ter a obra fiscalizada ficamos desde já agradecidos.

05/01/2008
Arq. José Roberto
Movimento Granja Viva - 4612-7771


RESPOSTA DA DENÚNCIA DE CONSTRUÇÃO EM APP NO MUNICÍPIO DE COTIA - MOVIMENTO GRANJA VIVA


1. Em atenção a denúncia de construção irregular de laje para estacionamento se supermercado sobre o Rio Potion, na Rua Amazonas n° 80, Granja Viana, Cotia/SP, informo a V S que foi realizada fiscalização ambiental no local, sendo constatado o que segue:
1.1. que as obras de construção da laje sobre o curso d'água foram realizadas anteriormente a acupação da área pela empresa Supermercado Serrano Ltda e na atualmente esta sendo realizado recapeamento da laje e o seu prolongamento em madeiras para acesso ao estacionamento do supermercado;
1.2. na área não há qualquer tipo de vegetação e nem vestígidos recentes de supressão, tendo em vista que a construção existe a mais de 10 (dez) anos.
2. Esclareço que o DAEE foi oficiado e informou que em 02AGO07, aquele orgão também fiscalizou o local conforme OF/BAT-136/07 de 06DEZ07, (Autos DAEE n° 40518 - provisória 187), esclarecendo que não há possibilidade de regularizar as intervenções de canalização e travessia existentes, de forma a atender as recomendações do DAEE

17/01/2008
DIVISÃO OPERACIONAL - CPAmb



Construção em área de preservação ambiental


 
Vista da ponte construída sobre o córrego
 

O planeta está pegando fogo e a maioria das pessoas não se deu conta disto. Continuam desperdiçando água, poluindo em demasia e sujando nossos rios. Li na última edição (460) a denúncia do ambientalista Marcelo Ribeiro sobre o esgoto do CDP e fiquei tão indignado com o absurdo relatado, que quase esqueço outro crime ambiental que foi praticado por aqui: o cometido pelo Supermercado Serrano. Todos sabem que o rio do centrinho é sujo, sabemos também que o comércio instalado na região despeja esgoto nele há muito tempo, e nunca se preocuparam em tomar alguma providência para reparar esta degradação. O que a maioria não enxergou foi que, com o objetivo de melhorar seu recebimento de mercadorias, o supermercado resolveu alugar o imóvel de numero 80 da Rua Nova Amazonas (estritamente residencial), para instalar os escritórios e a entrada do depósito. Até aí nada de novo, desrespeitar o zoneamento parece ser uma coisa normal neste Estado, mas com o intuito de ligar o novo imóvel ao antigo, foi construída uma ponte entre os dois, passando por cima do já sofrido Poscium. É senhores leitores, eles construíram uma ponte particular que, além de ser proibida por lei federal (desmatar e construir nas margens de rio é um crime ambiental gravíssimo), foi feita sem projeto ou acompanhamento técnico.
O que mais me irritou neste episódio é que as autoridades locais foram avisadas a tempo de impedir a construção. O sub-prefeito foi informado pela AETEC no início da construção, mas demorou quase um mês para vistoriar o local. Encontrada a irregularidade, não teve coragem de impedir o final da obra, nem competência para fechar a entrada que está em desacordo ao zoneamento da rua. Os caminhões estão estacionando e trafegando por ruas que em alguns trechos, não são suficientes nem para dois automóveis de passeio.
É muito bom saber que temos um sub-prefeito granjeiro, mas deixo aqui um pedido ao Prefeito Quinzinho Pedroso: Na próxima nomeação para o cargo, escolha um elemento que possa se dedicar em tempo integral a atividade.
Enquanto os responsáveis não são punidos ou não se decidem por uma ação positiva, conclamo todos os Granjeiros para que deixem de fazer suas compras no Supermercado Serrano, talvez assim eles entendam a gravidade deste ato. Eu, como o Sr. Walter Steurer já deixamos de fazer as nossas.

André Alcântara



Reunião na ASSA X
Loteamento Palm Hills


Veja mais informações sobre este assuntos e problemáticas da Granja nos Blogs:
Fau Barbosa: http://faubarbosa.uniblog.com.br/
Roberto Zulino: http://granjavianaurgente.blogspot.com/



Reunião na ASSA IX
Loteamento Palm Hills


Prezados Senhores,
Bom Dia.
Antes de mais nada quero me desculpar pela demora em responder.
E em resposta a este email e aos de outros que se manifestaram a respeito do assunto, estou enviando o que se segue.
Em momento algum a minha intenção foi de atacar qualquer empresa ou pessoa, como pode ser visto com uma leitura cuidadosa do que eu escrevi.
O meu objetivo é, como o de muitas pessoas, de preservação de qualidade de vida existente aqui na nossa "Granja". Qualidade esta que nos motivou a mudar para cá muito antes de descobrirem o "paraiso".
Acontece que por varios motivos, tais como falta de infraestrutra de saneamento, sistema viario saturado, desmatamentos e adensamento populacional, esta qualidade de vida esta sendo diminuida.
E este é o fator de nossa reação.
E eu em particular tenho como base um dos motivos que me fez escolher o meu imovel, que é o zoneamento. Nesta área a classificação é ZRE, conforme mapa anexo obtido junto a prefeitura, que signifca "zona exclusivamente residencial", e esta area é onde se localiza o Palm Hills.
E as duas pricipais caracteristicas desta classificação são a probição de instalação de comercio e a limitação a fração de terreno, que de acordo com o mapa, é de área minima de 500 m2.
Se a Godoy recebeu autorizações e ou alvarás, presumivelmente está de acordo com a legislação. Mas o que nos causa estranheza é o fato de que, se porventura esta regra de zoneamento foi alterada, nós moradores e maiores interessados não fomos consultados.
Gostaria que a Godoi esclarecesse as condições de aprovações recebidas para que então questionemos os metodos de alteração de regras pelas nossas autoridades, que pelo que parece andam fazendo alterações com as quais os cidadãos não concordam, e sem consulya como seria conveniente.
Sem mais para o momento.
Atenciosamente

Gert Christian



Reunião na ASSA VIII
Loteamento Palm Hills


Faço minhas as palavras do Sr Roberto Zullino, e adiciono um tópico que considero de suma importância: a Estrada do Capuava começa no Km 30 da Rodovia Raposo Tavares, exatamente onde se localiza a Sorveteria Sabiá, e TERMINA no Km 26.2 da mesma rodovia. Isto quer dizer que o dito empreendimento está localizado lá pelo no. 5500 da Estrada do Capuava. No entanto, o Diretor Jurídico da construtora declara que o dito empreendimento se localiza no no. 1700. Suponho, então que os alvarás (tanto o(s) da prefeitura quanto os de outros órgãos como o Graprohab) são consistentes com esta informação. A conclusão óbvia é que (1) ou todas as aprovações são nulas, ou (2) o dito empreendimento foi implantado no local errado. Desta forma peço à construtora que verifique tal informação e nos esclareça devidamente a respeito.
Aproveito para pedir dois esclarecimentos adicionais:
a) se 250 m2 já é alguma coisa inaceitável para a região, consideremos o boato que ouvi afirmando que será possível a construção de duas residências (geminadas) em cada lote de 250 m2, o que representaria 125 m2 de área de terreno para cada residência (alguma coisa como 5 m x 25 m), o que tornaria ainda mais grave o adensamento populacional da região e, portanto, as críticas de outras manifestações desta seção. Esta informação foi veementemente negada pelo consultor técnico da prefeitura durante a reunião do dia 4 pp.; no entanto, na mesma terça-feira, durante a sessão na Câmara dos Vereadores, que ocorreu concomitantemente com a reunião na Assa, fui informado da aprovação de modificação na Lei do Zoneamento em vigor que permitiria a implementação da hipótese apresentada. Aguardo esclarecimentos.
b) a Estrada do Capuava entre o empreendimento (o suposto no. 1700) e a Rodovia Raposo Tavares tem 8 m de largura e será insuficiente para absorver o tráfego adicional gerado por 300 famílias (ou 600, caso a intenção seja a construção de duas casas por lote) caso não seja alargada. Será que há planos para isto? Entretanto, independente disto, pergunto o seguinte: como poderá ser alargada se em alguns trechos (como próximo ao no. 6000) existem desníveis rentes à faixa carroçável de 5 a 10 m, ou nos últimos 200 a 300 m, onde o alargamento é praticamente impossível, dado o desnível de 10 - 15 m rente a estrada em AMBOS OS LADOS? Mesmas preocupações aplicam-se à Estrada Velha de Cotia, que consiste na alternativa de acesso de/para o empreendimento.
Atenciosamente,

Edgard L. B. Martins



Reunião na ASSA VII
Loteamento Palm Hills


Boa tarde a todos!
Em primeiro lugar, grata ao dr. Rubens por colocar-se a nossa disposição.
Sugiro que nos reunamos com ele na terça-feira, dia 11, às 16h ou 17h. Alguém teria outra sugestão?
abs,

Baby



Reunião na ASSA VI
Loteamento Palm Hills


Que bom, mas isso não basta. Aprovações municipais e estaduais tem muito pouco valor para a discussão, podem ser enviadas pelo correio ou scaneadas e colocadas em algum site para consulta. E de mais a mais não me parece que os órgãos estaduais e municipais sejam lá de grande valia ou competentes, a maioria é cabidaço e sinecuras, muito pouco confiáveis portanto. Aqui "nestepaiz" se aprova puteiro de 14 andares na frente da pista do mais importante aeroporto da América Latina, apenas uns 12 milhões de incautos passageiros anuais, o segundo tem metade. Se não aprovam permitem, no que dá no mesmo. Portanto, se for para discutir isso me incluam fora. Até teria tempo, mas não participo de coisas burras, faz mal.
O que se quer discutir é a execução de loteamento com 250 m2 de terreno, isso é lote mínimo em cidade, muito diferente do padrão tradicionalmente utilizado na Granja Vianna e não é o mínimo que nos interessa. Essa é a questão.
Conforme já disse antes, sou contra empreendimentos assim aqui , mas estou aberto à discussão e a ser convencido. ´Vou mais além, no fórum da Raposo o arquiteto Bruno Padovani apresentou um projeto elaborado por várias escolas de arquitetura, Fau, Mackenzie e outras. O projeto contempla a urbanização vertical junto a estações de modal de transporte de alta capacidade no sentido de se evitar deslocamentos grandes. Uma coisa bem pensada, diferente, talvez seja interessante se explorar mais isso. Não tinha percebido que entre a Regis e a Castelo existem duas ferrovias que poderiam ser aproveitadas.Temos que estar abertos a novas soluções. No caso, a verticalização tão criticada se mostra bem mais inteligente que a solução aqui adotada. Francamente, se ao invés da área de nossas casas tivéssemos a mesma área em edificações verticais a Granja teria muito mais vegetação. É só fazer a conta e observar, as nossas casas devastaram a vegetação de maneira particular. Cada um cortou suas árvores e fez a casa. As mesmas casas empilhadas consumiriam menos vegetação. No entanto, isso seria muito diferente do que escolhemos, não é uma questão de melhor ou pior, mas sim de escolha e gosto.
Acho melhor a construtora se munir de argumentos que justifiquem a realização de loteamentos com terrenos tão diferentes dos que conhecemos. Ao invés de trazerem documentos selados, carimbados e assinados por burocratas e pilotos de escrivaninha, acho melhor que a mesma envie seus arquitetos e engenheiros para que exponham suas idéias, o que pensaram, qual a rationale do empreendimento, quais suas vantagens e desvantagens, essas coisas. Mesmo coisas que não gostamos se tornam mais aceitáveis com explicações e atenção. Vamos ver se a Godoi consegue nos sensibilizar e a construtora pode contar com a boa vontade para isso, queremos que as coisas dêm certo. Além disso um Palm Vianna Club Residence Park Beach Mannor Hills McBeth Picadilly deve ser melhor que uma favela.
As construtoras precisam aprender que não basta vender para compradores apenas. É necessário que vendam para os vizinhos. O advogado que me desculpe a sinceridade, mas é muita pretensão da Godoi achar que iria implantar um empreendimento tão diferente aqui e tudo passar em brancas nuvens, estão tomando porrada por culpa própria. Reparem que disse diferente, não fiz juízo de valor se é bom ou ruim. Mais importante que se acertar com as chamadas "otoridades" civis, militares e eclesiásticas é se compor com a comunidade, pois essa é a real autoridade, o resto é funcionário temporário em sua maioria ruim e que graças a Deus se manda em quatro anos, ou oito quando temos menos sorte. Com o apoio da comunidade pode-se até cometer alguns pecadilhos veniais. Afinal, a vida é conversa.
Boa sorte,

Roberto Zullino



Reunião na ASSA V
Loteamento Palm Hills


Prezado Senhores,
Inicialmente agradecemos as duas respostas que recebemos sobre a nossa missiva.
Também, desde já, nos colocamos à disposição para recebê-los em nossa sede, e ter a oportunidade e a satisfação de fazer-lhes a apresentação completa do projeto do loteamento, além de exibir-lhes os documentos referentes à aprovação do mesmo em todos os órgãos estaduais e municipais.
As dúvidas mencionadas certamente poderão ser esclarecidas nesse encontro, após o qual esperamos que o empreendimento, bem como nossa empresa, possam ser reavaliados.
Sem mais para o momento, ficamos no aguardo de um contato telefônico para agendarmos nossa reunião,
Atenciosamente

Godoi Construtora
Rubens Bombini Junior

Diretor Jurídico



Reunião na ASSA IV
Loteamento Palm Hills


Prezado Advogado Bombini,
Agradeço sua gentil atenção e solicito maiores luzes sobre o assunto.
Direto ao ponto: se o projeto foi aprovado pela prefeitura qual a razão de haver a ressalva no catálogo? Se é que há a ressalva, não vi o catálogo. Apenas tenho curiosidade. Talvez tenham usado um catálogo velho, acontece. Foi citado o tal alvará da prefeitura de Cotia nº 937/2007, mas não sou íntimo de filigranas jurídicas e não sei se alvarás de implantação significam aprovação por parte da prefeitura. Pode ser para uma obra no terreno, sei lá. Aqui "nestepaiz" há alvará para tudo, até para maridos. Por favor elabore um pouco mais esse aspecto, acredito que nos será de grande valia aprender o "caminho das pedras" da aprovação de loteamentos, afinal a Granja Vianna está no centro do furacão imobiliário e quanto mais se souber melhor será para todos.
Achei interessante a sua afirmação de que a área verde preservada é MUITO SUPERIOR à exigida. Que eu saiba a exigida é 20% e o empreendimento preserva 23, 21%. Não sabia que 23,21% é MUITO SUPERIOR a 20%. Por favor esclareça.
Foi citado o plantio de 5000 árvores, excelente inicativa, a empresa merece os parabéns. No entanto, por favor esclareça quantas árvores foram ou serão cortadas e que espécies serão plantadas, espero que não sejam eucaliptos ou pinnus. Manda o bom senso que se plante 10 árvores para cada cortada. Acredito que o projeto atenda essa exigência, mas significa que foram cortadas 500 árvores. Ou não? Por favor esclareça.
Não sei onde fica exatamente o empreendimento, mas acredito que tenha sido bem projetado, afinal os 30 anos devem ter servido para alguma coisa e lhes desejo sorte.
Independente de estar aprovado ou não, 250 m2 não é o que acredito que a maioria quer para a região, eu pelo menos não quero. Pelo menos em princípio. No entanto, o fato de ser 250 m2 não é necessariamente uma falha fatal, o projeto pode ter outros méritos que justifiquem sua implantação. Se possível, nos ilustre mais acerca do mesmo. Para mim com as informações disponíveis, o mesmo tem um caráter argentário, mas acredito que com suas explanações eu possa mudar de opinião.
O seu último parágrafo não está de acordo com o espírito da lista que é eminentemente informativa, rixas e discussões devem se dar em outro lugar. Sinceramente, achei que o tom foi de ameaça e intimidação. Isso não é adequado e não gostei.
Atenciosamente,

Roberto Zullino



Reunião na ASSA III
Loteamento Palm Hills


Caro sr. Rubens:
Boa noite.
1. Em primeiro lugar, grata pelos esclarecimentos. Em segundo lugar, uma pequena contradição: seu texto diz que a Godói não teve a oportunidade de se manifestar sobre a carta publicada no site da Granja e veiculada, por e-mail, ao grupo de moradores e ambientalistas da região. Só que o texto é, ele mesmo, a manifestação que o senhor se queixa de não haver tido!
2. É assim que as coisas funcionam na mídia: as cartas publicadas expressam o pensamento do autor; caso alguém se sinta lesado por isso, tem o direito de exigir que lhe sejam dados o mesmo espaço e o mesmo destaque para a resposta. O leitor, desse modo, conhecerá os argumentos dos dois (ou mais) lados e poderá tirar suas conclusões.
3. Cartas publicadas em qualquer órgão de comunicação, bem como mensagens eletrônicas, não passam, em países democráticos como o nosso, por censura prévia. Esse instrumento de governos autoritários, como foram as ditaduras militares que controlaram o Brasil por 20 anos, está em desuso há tempos, felizmente.
4. Pude perceber outras pequenas contradições em sua carta, e lhe pediria que as esclarecesse -- ou demonstrasse que me enganei. Vamos a elas?
5. Em nenhum momento o texto da carta/e-mail divulgada em nosso grupo de discussão e no site da Granja denigre a imagem da construtora. O autor simplesmente aponta informações que constam do próprio folheto do empreendimento. E os questiona, com base nos conhecimentos que possui da legislação em vigor, além de expor suas dúvidas. É um direito que ele tem, como qualquer cidadão brasileiro. Por favor, leia de novo a carta. Em que ponto há mácula ao bom nome da empresa, que nem mesmo é citada?
6. O autor da carta elabora seus argumentos baseando-se nas informações contidas no folheto amplamente distribuído na região e por alguns veículos da mídia impressa, como os jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. Por isso, ao ler, em seus esclarecimentos, que o texto fornece " informações absolutamente equivocadas e distorcidas da realidade", fiquei preocupada. Ora, se o autor da carta se baseou nas informações do folheto, e se o senhor afirma que tais informações são, mais do que equivocadas, "absolutamente equivocadas", a conclusão óbvia é que o folheto veiculou "informações absolutamente equivocadas e distorcidas da realidade" . É uma questão simples de lógica. Q.s.d.
7. Ainda preocupada com as informações do folheto, que o senhor reputou equivocadas, conforme demonstrei no item 6, eu pediria mais um esclarecimento: dos 41 mil m2 reservados para áreas verdes, de lazer e institucionais, qual a porcentagem reservada a cada função? E por que, no folheto, a área reservada à reserva exigida por lei é tão pequena? Outro equívoco?
8. Em seu texto, o senhor afirma que o empreendimento contará com "ETE – Estação de Tratamento de Esgoto diretamente interligado à rede da SABESP". É meu dever, como cidadã, alertá-lo de que alguém enganou a construtora. O senhor sabe, gente de má-fé existe em todo lugar. Trata-se do seguinte: a região não é servida por rede de esgoto da Sabesp. Esse, aliás é um problema sério. O senhor sabia que durante 20 anos a Sabesp cobrou dos moradores de Cotia um serviço de esgoto que nunca houve? Se ela foi capaz dessa, digamos, impropriedade, talvez tenha sido capaz também de enganar a construtora Godói, informando-a -- de maneira equivocada e totalmente distorcida, se me permite o emprego de suas palavras -- da existência de um serviço que não há.
9. O senhor diz uma grande verdade ao afirmar que existe " despejo de dejetos em córregos e rios , como hoje acontece com a grande maioria da população da região)". Não se poderia esperar outra saída numa cidade sem rede de esgoto, e em que a maioria da população ou não tem recursos, ou não conta com o apoio do poder público para informá-la acerca da construção de fossas sépticas. Como o senhor vê, a responsabilidade por tal crime ambiental é do poder público, omisso em relação a políticas públicas de saneamento básico.
10. Concordo plenamente com o último parágrafo de seu esclarecimento. Informações equivocadas ou que não coincidam com a realidade devem realmente ser objeto de processos judiciais. O senhor poderá, por exemplo, processar a Sabesp, caso ela tenha mesmo mentido à construtora sobre a existência de uma rede de esgoto na região, e a agência que elaborou o folheto, por divulgar informações, como o senhor mesmo constatou, absolutamente equivocadas.
11. Podemos agendar a verificação dos documentos, que o senhor gentilmente colocou à nossa disposição? Pode ser na semana que vem -- digamos, terça-feira na parte da tarde?
Cordialmente,

Baby Siqueira Abrão



Reunião na ASSA II
Loteamento Palm Hills



Prezados Senhores,

A Godoi Construtora é uma empresa séria, sem qualquer mácula em sua imagem, construída ao longo de 30 anos pautados na ética e na lei, tendo entregue mais de 6.000 unidades residenciais absolutamente dentro do prazo contratado, com aprovação maciça de seus clientes e sempre respeitando a legislação em vigor. Atualmente estamos implantando o loteamento denominado Palm Hills Granja Vianna Club Residence, localizado na cidade de Cotia, à Estrada do Capuava nº 1700.

Tomamos conhecimento que está circulando um e-mail sobre o nosso empreendimento Palm Hills com informações absolutamente equivocadas e distorcidas da realidade, que maculam não só nossa imagem e reputação, como o empreendimento em si, que pode ter suas vendas afetadas pela divulgação das informações distorcidas e incorretas lançadas no e-mail em questão.

Causou-nos espanto o fato de tal e-mail ter sido veiculado a um número enorme de pessoas e também ter sido publicado na seção de cartas do site www.granjavianna.com.br, sem que sequer tivéssemos a oportunidade de sobre ele nos manifestar.

Diante disso, vimo-nos obrigados a vir a público para esclarecer alguns pontos sobre o loteamento denominado Palm Hills Granja Vianna Club Residence, a fim de que dúvida alguma não paire sobre o mesmo, bem como sobre a seriedade, lisura, reputação e imagem de nossa empresa, absolutamente afetados pelo texto em questão.

O loteamento foi aprovado pelo GRAPROHAB – Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais conforme certificado nº 461/2007 (Órgão Estadual, que decide de forma colegiada e submeteu o projeto de loteamento a aprovação de 11 (onze) órgãos, dentre eles, a Procuradoria Geral do Estado, Secretaria Estadual do Verde e Meio Ambiente, CETESB, SABESP, ELETROPAULO, etc).

Após a aprovação do GRAPROHAB é que o projeto foi aprovado pela Prefeitura de Cotia, conforme Alvará de Licença nº 937/2007, que permitiu a implantação de Loteamento Residencial e Comercial.
Além de obedecer toda a legislação em vigor, seja ela municipal, estadual ou federal, que permitiram a implantação de lotes de 250m², de uso residencial e comercial, a Godoi Construtora tomou a cautela de registrar no Registro de Imóveis, uma série de restrições superiores as exigidas pela legislação em vigor, tanto na forma de edificar, como no uso dos lotes, a fim de fazer do Palm Hills um exemplo e modelo de loteamento bem estruturado, dotado, dentre outras, de:

a) área verde de 35.513,52m², representando 23,21% da área total loteada, ou seja, uma área verde muito superior ao mínimo legal exigido;

b) plantio de mais de 5.000 árvores;

c) córrego absolutamente preservado de qualquer intervenção e/ou edificação num raio de 30 metros do leito de águas; e

d) sistema de esgoto com ETE – Estação de Tratamento de Esgoto diretamente interligado à rede da SABESP (ou seja, não haverá o despejo de dejetos em córregos e rios, como hoje acontece com a grande maioria da população da região);

e) infra-estrutura completa: terraplanagem das ruas, drenagem de águas pluviais, demarcação de lotes e demais áreas, sistema de abastecimento de água, sistema de coleta e interligação de esgoto, pavimentação do sistema viário, guias e sarjetas, rede de energia elétrica e iluminação pública e paisagismo completo.

Assim, desde 29/11/2007, o loteamento que foi aprovado em estrita obediência a toda legislação em vigor, seja ela de âmbito municipal, estadual ou federal, foi regularmente registrado sob R .05 da matrícula nº 87.403 do Cartório de Registro de Imóveis de Cotia, estando, portanto, apto a ser comercializado.

Espera a Godoi Construtora ter esclarecido todas as dúvidas geradas pelo e-mail em comento, colocando-se, de toda forma, à disposição de todo e qualquer interessado para esclarecer eventuais dúvidas, bem como para apresentar toda a documentação pertinente à aprovação do projeto em questão.

O e-mail aqui em comento pode não ter tido a intenção de macular nossa imagem (apesar de ter gerado tais conseqüências). De qualquer forma, consignamos que não mais toleraremos qualquer tipo de informação divergente da realidade e/ou equivocada a respeito de nossos empreendimentos, uma vez que sempre estivemos à disposição de qualquer pessoa para esclarecer dúvidas sobre nossas ações e que, em ocorrendo tais fatos, tomaremos as medidas judiciais cabíveis, tanto no âmbito civil como no criminal, pois não permitiremos qualquer abalo em nossa imagem, construída ao longo de 30 anos de muito esforço e dedicação, pautada na ética e na lei.

Godoi Construtora
Rubens Bombini Junior

Diretor Jurídico



Reunião na ASSA
Loteamento Palm Hills



Como todos os moradores da Estrada do Capuava e região, eu também estou preocupado com os últimos acontecimentos, principalmente na area imobiliaria.
A ver o lançamento do loteamento Palm Hills, de forma muito apressada, e acho que fora dos designios e da legislação da região.
Para ajudar a argumentar a favor de uma atitude de defesa dos interesses dos moradores da região tenho a contribuir com as seguintes informações:

Sobre Áreas

A - que eu saiba a área mínima de lote nesta região é de 500 m2 (No Palm Hills os lotes são de 250 m2)
B – como exemplo serve o loteamento da EPC (cito São Carlos) que é de lotes de no minimo de 500 m2, e fica a aproximadamente 300 metros de distância, na mesma estrada
C – também o “Algarve”, em frente e do outro lado da rua, é composto de lotes de mais de 500 m2
D – e os loteamentos denominados Renoir I, II ou III que são todos de areas maiores de 500 m2
E – em 1997 eu vendi dois lotes desmembrados do meu terreno, de frente para a estrada e a menos de 200 metros de distancia do PH, e na época a área mínima aprovada para desmembramento era de 1.000 m2
F – e no Parque das Artes os terrenos são de área mínima de 650 m2, se bem que já estão no Embu, mas está inserido no complexo Capuava pela proximidade

Comercial
A – Há pouco tempo atrás eu tive uma oferta de venda do minha casa/terreno (13 mil m2), e a pessoa interessada queria transferir um deposito para instalar na frente do terreno, só que foi impedida pela lei de diretrizes, e o negocio não foi concretizado
B – há alguns meses atrás alguém fez um contrato de compromisso de compra de um terreno que fica antes do Tennis Ranch para quem vem da Raposo, para instalar uma padaria e o negocio não se concretizou porque a prefeitura não deu alvará para instalação de comercio na área
C – o Tennis Ranch, o Restaurante instalado na mesmo local, e a Clinica Veterinária estão com denuncia de irregularidade conforme publicado pelo Jornal D’Aqui
D – e a BSI, que segundo minhas informações está em situção irregular, pois se utilizou de um decreto que beneficiava uma instituição de ensino (antigo Colegio Aquarius), mas a área não é comercial, mas está sendo utilizada para tal

Ambientais
A – que eu saiba existem nascentes na área do loteamento do PH (eu conheço bem), mas no projeto/folheto apresentado pelos corretores não consta nenhuma restrição, e estas áreas deveriam estar delimitadas e não poderiam ser utilizadas para loteamento/vendas
B – no projeto não há menção a tratamento de efluentes, que me parece um problema grave. uma vez não há na região sistema de esgoto publico, e ainda há a preucupação com o córrego que passa pelo terreno (cuja nascente esta no meu terreno) e que na outra ponta deságua no Rio Cotia. E só para referencia, o projeto da EPC prevê estação de recuperação de águas servidas e etc

Legais
A – pelo que sei, nenhum loteamento/condomínio pode anunciar vendas ou promoção antes de ter tudo aprovado. Acontece que no próprio catalogo de promoção está escrito em letra miuda que há pendências no Grapohab, e que o projeto ainda não foi aprovado na Prefeitura
B – ainda resta saber como é que vai ser o “problema” do alargamento da estrada que até hoje tem estreitamentos que causam perigo ao trafego, e que com mais moradores só sera agravado

Por todos os pontoa acima mencionados, e mais aqueles que outros moradores e interesados na região teem a apresentar, acho que devemos nos mobilizar para preservar uma das areas mais nobres que ainda resta na Granja Viana.

Abraços

Gert Christian



Atendimento Mc Donald's


Quero protestar, quanto ao novo sistema de atendimento no Drive Tru do Mc Donald's da Granja Viana. O funcionário está proibido de ficar dentro da cabine de atendimento. E agora é obrigado a ficar do lado de fora, lançando os pedidos no caixa, mas tem que ficar em pé. Faça chuva ou faça sol!! Perguntei ao Gerente da Loja, e me informou que são normas da casa. Isso é um absurdo.

Rosana Costa



Ato Criminoso de Violência


Não há mesmo segurança no bairro paisagem renoir II e III
Entre 23h:30 min de 24/11/2007- SÁBADO e 08h de 25/11/2007- DOMINGO, um delinqüente ateou fogo a duas faixas do Movimento RenoirLutero Livre afixadas no portão da casa de um dos membros causando vários danos.
Se coisa assim acontece próximo de guarita no Bairro, coisas piores acontecem e podem acontecer mais facilmente em outros pontos do mesmo Paisagem Renoir II e III.
Trata-se de um delito grave contra a liberdade de manifestação legal e contra os direitos de todos.
Mais uma prova de que todos estão expostos a total falta de segurança no Bairro Paisagem Renoir II e III.
A suspeita recai sobre as pessoas ligadas a Sapar-Sociedade Amigos do Paisagem Renoir II e III, já que uma das faixas era do endereço do Movimento na internet e a outra continha dizeres legais e verdadeiros contra o falso “condomínio” que é, como todos sabem, de interesse desta associação.
O (s) a (s) autor, autora ou autores, autoras do crime nos fornecem, com este ato de falta de inteligência, mais uma prova contra as alegações de prestação de serviços de “segurança” da Sapar já que, somente são possíveis duas deduções claras:
-ou o crime aconteceu por incapacidade e falha brutal da pretensa “segurança” que no mínimo deveria ter visto e/ou denunciado o fato a Sapar e esta ter tomado providencias, mesmo sem serem os membros do Movimento associados da mesma,
-ou trata-se de autoria ou conivência/cumplicidade criminosa desta mesma “segurança”
com o (s) autor (es) ou autora (as) do delito.
O Movimento gostaria de poder acreditar que nem todos e todas atuais e ainda associados (as) da Sapar compactuam com atos desta imbecilidade. Caso contrário são criminosamente cúmplices das pessoas, verdadeiro (s) meliante (s) e, portanto, associados do crime passíveis das punições para co-autores previstas no Código Penal Brasileiro e de processos com base no Código Civil Brasileiro.
O Movimento está aguardando a apresentação/denúncia voluntária do (s) autor (es) ou autora (as) do crime para pedido de desculpas e para ressarcimento dos danos causados para evitarmos mais constrangimento aos (as) moradores (as), com medidas legais.
O MOVIMENTO NUNCA PRATICOU E NÃO ACOLHE ATOS DE VIOLÊNCIA/ ILEGALIDADES!
NOSSAS AÇÕES SÃO, TEM SIDO E SERÃO PELA CIDADANIA E PELA TOTAL LEGALIDADE.
NOSSAS VITÓRIAS SÃO OBTIDAS PELOS CAMINHOS ÉTICOS, MORAIS E LEGAIS!

Dr. Ricardo Augusto Salgueiro
P/ Movimento Renoirluterolivre



Escolas Particulares


Boa tarde, gostaria de dizer que as escolas da Granja Viana, principalmente no ensino fundamental estão cobrando preços abusivos, mais caros que faculdade, e acho que os moradores daqui, deviam boicoitar isso colocando seus filhos ou em em escolas particulares de cotia, onde o preço é um quarto das do preço das escolas daqui, ou colocando em escolas municipais, já que a prefeitura tem obrigação de dar educação para todas as crianças! Que se construam mais escolas, que se contratem mais professores, que se paguem bons sálarios, já que quem mora em condominio acha que o dinheiro que a prefeitura economiza  com quem paga e cuida de condomínio deve ser investido na área social de um país! Apesar que a prefeitura tem obrigação independente disso de dar escola para todos, e nas próprias escolas deveria ter enfermeira, dentista e até médico para as crianças , o que resolveria em parte o problema das mães, que trabalham fora e não podem as vezes nem levar seus filhos ao médico para fazer um acompanhamento pediatrico que deve ser feito até 21 anos de idade, e resolveria em parte a questão dos postos de saúde que não tem pediatra, e ficariam menos cheios! Sei que parece que estou confundindo um pouco as coisas, mas se analisarem o que estou dizendo,  observarão que é muito prático e tem tudo a ver! Principalmente esse ano de eleições, onde devemos mudar todas as  pessoas, que faz tempo monopolizaram o poder politico e posteriormente economico de toda Cotia, mas praticamente nada fazem para a população em geral, a não ser roubar o que é público! Através de nosso voto, podemos mudar essa situação, temos que começar agora a campanha contra esses ladrões, "dar nome aos bois", nem que seja um voto do contra, sei que infelizmente hoje em dia contam-se com poucos políticos honestos! Mas temos que tentar mudar essa situação, se ficarmos parados nada vai mudar! Temos que  agir no nosso contexto social que é aqui e agora! Sei que voces do Jornal, já tem se manifestado sobre isso, mas acho que é prioritário toda semana sair reportagens sobre as eleiçoes e sobre as pessoas que poderiam estar ajudando nessa luta, pois político não é profissão, e muitos poderiam estar lá para melhorar essas condições sociais! Essa luta é de todos nós e todos devemos participar! Não deveria existir sálario para politico e sim ajuda de verba, deveria ser como uma ONG, é mais ou menos por aí, tenho muitas idéias, mas não dá pra colocar tudo aqui! Contem comigo para qualquer coisa que for necessária! deixo um abraço e agradeço o bom trabalho, que fazem no JORNAL, para nós moradores e de graça! Pois para o povo se tornaria impossível ter acesso a tantas informações e notícias gratuitas! Parabéns e por favor pensem nesse email com carinho, talvez possar tirar alguma coisa daqui para uma reportagem, muito obrigada, fiquem todos na luz e com DEUS!       

Eliana Leiroz



Ônibus


Moradora do Bairro Jardim Japão a cada dia fico mais decepcionada. A empresa de Cotia Danúbio Azul/ Viação Bragança, é monopólio na Cidade de Cotia, o problema é que impedem a circulação das lotações até aí nem vou discutir pois a maioria trabalha sem o mínimo de segurança para seus passageiros, porém, o transporte público neste bairro é um caos. Quando é que vai ser tomada as devidas providências. O Intervalo de ônibus no fim de semana chega a ser de 1 hora ou mais . Necessitamos de mais conduções neste local e gostariamos de saber a resposta da Danúbio Azul.

Sandra Domingues



Perigo em Hipermercados!


Muitas pessoas, estão sendo vítimas de "sequestro relâmpago" dentro dos Hipermercados da Região de Cotia.
A abordagem é feita quando o cliente está guardando as compras dentro do automóvel.
Gostaria de solicitar aos responsáveis pela Segurança desses Hipermercados, uma maior atenção para esse assunto.

Rosana Costa



Bolsões


Pagamos impostos, para obter entre outros segurança, etc. alguns dizem que pagando taxa do bolsão; a prefeitura teria dinheira para investir em áreas sociais; mas na verdade esse dinheiro vai para o bolso dos políticos, além do mais não e´dessa maneira que conseguiremos nem segurança nem melhorias sociais; mas sim com políticos honestos e comprometidos com as questões sociais verdadeiramente!Os bolsões só servem para criar limites e barreiras entre as pessoas, criando assim divisões de grupos e injustiças! Isso sem falar nos grupos de empresários que tem muito a lucrar com os bolsões! E os proprietários deixam de ser proprietários, porque as vezes precisam vender o imóvel para pagar as taxas do bolsão! Esses bolsões ou condomínios, só são bons para as construtoras que compram terrenos na granja por um preço e lucram mil por cento em cima disso! Se somos uma sociedade democratica, devemos agir com democracia, chega de imposições! Chega de ditadura!

Eliana dos Santos Batista



Árvore em risco 3


Em resposta às várias solicitações enviadas ao Departamento de Meio Ambiente de Cotia, viemos comunicar que a espécie Araucaria angustifolia (pinheiro-do-paraná) encontra-se na Lista Oficial de Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção e protegidas pela Resolução SMA 48/04, sendo seu corte considerado crime ambiental com abertura de processo instaurado no Ministério Público Municipal.

 

Resposta do Depto do Meio Ambiente



Árvore em risco 2


Resposta do Depto de Meio Ambiente a denúncia feita através de Fátima Barbosa do Conselho do Meio Ambiente.

Recebemos seu e-mail e o mesmo está se transformando em Processo.

Devido a casos anteriores informamos que Caso Ocorra qualquer dano ao exemplar de araucaria, o Processo será encaminhado ao Ministério Público, e as pessoas envolvidas responderão por Crime Ambiental.

Estamos Providenciando um comunicado para ser entregue no Condomínio Don Henrique III, alertando sobre a questão.

 

Nívea Guimarães
Depto de Meio Ambiente



Árvore em risco


Moramos no condomínio Parque Don Henrique III, que fica no km 30 da Rodovia Raposo Tavares e estamos enfrentando um problema que julgamos bastante sério. Em frente a nossa residência, na calçada oposta, temos uma araucária maravilhosa (protegida por lei), que parece incomodar alguns vizinhos, que a todo custo querem sua retirada!!!

Há mais ou menos dois anos isso foi solicitado, mas os responsáveis da Secretaria do Meio Ambiente estiveram no local, fotografaram, registraram a queixa dos vizinhos, contudo adiantaram aos solicitantes que se tratava de uma árvore em extinção e que isso não poderia ser feito. Atentem: por um acaso eu estava em casa, vi a movimentação e logo me informei sobre o que estava acontecendo, enfim.... Fiquei tranqüila e pensei: "ela estava protegida"!

Hoje, mais uma vez, tentaram tal absurdo, só que desta vez chamaram o Corpo de Bombeiros para executar tal ação. Mais uma vez eu estava aqui.... Logo fui ao encontro deles, que me disseram não estarem autorizados a fazer tal serviço, por se tratar de uma árvore - araucária e não um pinheiro, como o informado na chamada de emergência e nem tão pouco estava colocando em risco nenhuma vida ou moradia. Dei meu nome e lhes contei toda a estória, como informado anteriormente.

Até agora, tivemos sorte de estarmos presentes e conseguimos evitar sua derrubada. Mas esta "sorte" pode acabar, pois acredito que somos uns dos poucos a se interessar por ela.

O que podemos fazer? Existe algum modo legal de "tombá-la", pois sabemos que existem várias árvores (semelhantes) na região da Granja Viana, que têm a placa de identificação do Meio Ambiente, que realmente intimidam possíveis ataques às árvores.

Como conseguimos esta proteção?

Cibele D’Angelo Barretto e Mauro de Azevedo Barretto



Jardim Barbacena 2


Reposta do Sub-Prefeiito da Granja Viana Luis Gustavo Napolitano
Já chegou parecer técnico de engenheiro e pedi o material para compras!!! Um enorme muro de arrimo terá que ser feito!

Luis Gustavo



Jardim Barbacena


Cratera que abril faz algum tempo e está pouco a pouco invadindo a Rua Alfa. Estão jogando lixo no buraco que está atraindo ratos. Por favor nos ajudem a solucionar este problema. Contatem até o presidente se for preciso. As últimas chuvas nos preocupam, pois com a infiltração podem ocorrer desabamentos.

Moradores do Jd. Barbacena



Agradecimento ao Wal-Mart 2


Chega de Críticas! Nossa cidade tem que crescer!

Parabéns! Li e adorei a matéria da Srta. Fátima Barbosa – CONSABS Granja Viana, elogiando o Wal-Mart

Nossa cidade tem que crescer, e precisamos incentivar os investidores que tem colaborado com o nosso Município de Cotia.

Espero que os moradores reclamem menos, e reflitam que Wal-Mart e Shopping em nossa Cidade, é sinal de progresso.

E o progresso em nossa cidade, será sempre bem vindo!

 

Rosana Costa



Agradecimento ao Wal-Mart


Gostaria de deixar aqui registrado o meu agradecimento pessoal à sra. Catarina Farias, Gerente de relacionamento do Wal-Mart, a qual tem se mostrado sempre atuante diante das reinvindicações dos moradores, estando sempre aberta, presente e sendo pró-ativa diante dos problemas enfrentados pela Comunidade local.

Como representante dos moradores, informo à toda a comunidade da Granja, que o Wal-mart tem se preocupado muito com o desenrolar da obra e com os impactos locais, tomando providências quando solicitado, aplicando multas e tentando minimizar os dissabores que uma obra desse porte produz.

Além do compromisso de priorizar a contratação de pessoas de Cotia para a nova loja, gerando empregos no Município.

Agradeço em nome da Comunidade, e espero poder continuar contando com essa parceria, tão importante para a nossa GranjaVianna.


Obs: Espero que o Wal Mart sirva de exemplo para os outros empreendimentos que estão chegando por aqui.

A Palavra chave é pequena: PARCERIA.

Não podemos controlar o Progresso, mas podemos torná-lo responsável, respeitando o Meio Ambiente e a vizinhança.

 

Fátima Barbosa



Desrespeito a idosos 4


Thereza, muito obrigada mesmo pela atenção dedicada. Fico muito feliz em saber que ainda temos pessoas com quem podemos contar verdadeiramente.

Parabenizo o Site da Granja e peço a Deus que ilumine cada dia mais e mais esse trabalho lindo que vocês tem realizado.

 



Desrespeito a idosos 3


Carta enviado pelo Sub-Prefeito da Granja, Viana Luis Gustavo, à Fátima Barbosa (Conselho do Meio Ambiente):

Fátima estou enviando para a fiscalização imediatamente!!

Atenciosamente

 

Luis Gustavo Napolitano



Desrespeito a idosos 2


Já encaminhei, via processo, a reclamação para o Departamento de Fiscalização de Ambulantes. Falei com o responsável, Eduardo José Raimundo, e ele vai verificar.

 

Resposta enviada por Angela  Miranda, assessora de Imprensa da Prefeitura de Cotia, à carta enviada pelo Site da Granja com denúncia.



Desrespeito a idosos


Boa tarde. Gostaria de solicitar sua ajuda para solucionarmos o problema com o comércio ambulante que tem invadido a nossa Granja Viana e desreipetado até mesmo os idosos.

Presenciei uma cena que me deixou estarrecida na última segunda(20/08/07).

O trânsito estava muito lento no sentido São Paulo, então evitei fazer o retorno naquele momento e levei meu filho que estuda no Rio Branco até a passarela do Km 24 para que não se atrazasse e permaneci ali por alguns instantes para vê-lo entrar no colégio.

Neste momento havia várias pessoas sentadas no ponto de ônibus e um senhor de cabelos bem branquinhos puxou assunto comigo comentando sobre o trânsito e começamos a conversar.

Em seguida encostou um carro atrás do ponto e desceu um homem e um jovem aparentemente seu filho. Começaram a descarregar o carro. Se aproximaram de nós com caixas nas mãos e pediram licença, ninguém entendeu bem o que estava acontecendo, mas o senhor que estava conversando comigo e a mulher com um bebê no colo que estava ao lado sentados se levantaram atendendo ao pedido.

O homem e o jovem simplesmente começaram a montar o "comércio" ali no banco onde eles estavam sentados. Colocou um banco de madeira encostado ao banco e as caixas espalhadas no banco do ponto de ônibus.

Nós nos entre-olhamos sem acreditar no que estavamos vendo e o senhor o indagou dizendo: O senhor pediu que nós nos levantassemos deste local público para que o senhor montasse o seu "comércio"? E com a maior brutalidade o homem respondeu: Olha, tio o senhor pode procurar outro lugar pra sentar porque este é o meu local de trabalho onde eu ganho a vida honestamente, é aqui que eu trabalho todos os dias todo mundo já sabe disso, não é mesmo filho!?( Enquanto o jovem que o acompanhava ria).

Aquele senhor de idade que infelizmente não tive chance de perguntar o nome era bem branquinho e foi ficando tão vermelho que achei que teria um ataque ou derrame, sei lá. Outra pessoa mais pra frente no banco ofereceu-lhe o lugar e ele recusou e disse que era melhor sair logo dali. Perguntei se eu poderia ajudá-lo de alguma forma, talvez levá-lo a algum lugar mas gentilmente ele me agradeceu e deu sinal para o primeiro ônibus que passou e foi embora.

Me senti tão impotente naquele momento, imaginando que aquele senhor poderia até mesmo passar mal dentro do ônibus e ninguem sequer saberia o motivo.

Ao ver o senhor embarcar, o homem ainda escarneceu dizendo:

Até parece que vou sair lá de Carapicuiba para vir aqui trabalhar e vou ficar esperando a boa vontade desses aposentados desocuparem meu banco.

Uma daquelas pessoas perguntaram ao homem se ele teria licença para trabalhar ali e ele respondeu rudemente que não precisa de licença para ganhar a vida.

Não sei exatamente se existe algum orgão responsável por isso onde poderia denunciar e solicitar a retirada deste indivíduo deste local.

Se nós começarmos a admitir este tipo de "comércio informal" aqui, logo, logo vai ficar parecido com o centro de Carapicuiba, com um camelô por cima do outro.

Por favor me ajude se for possível, ou me diga como devo agir.

Atenciosamente,

 

Shirlei de Oliveira Almeida Souza



Perigo na Raposo Tavares


PEDESTRES CUIDADO!
Com a intensa movimentação de pedestres na altura do km. 32,5 da  Rodovia Raposo Tavares (via marginal) próximo ao Atacadão Auto Serviço, presenciamos muitos acidentes no local. Solicitamos as autoridades providências urgentes para melhorar a segurança dos pedestres e de muitas crianças que transitam no local.

 

Rosana Costa



Agradecimento


Gostaria de compartilhar com vocês, e a quem mais interessar, as minhas impressões que tive como recém chegada ao paraíso Granja Viana!


Há pouco mais de um mês me mudei de São Paulo, Capital, para a Granja Viana pela insistência de meu marido que residiu aqui por dez anos e pela esperança de termos uma qualidade de vida melhor. Ainda estou em estado de graça, pois achava que as pessoas não se olhavam mais nos rostos, que não se cumprimentavam mais e que não havia mais silêncio no planeta. Que bom que estava errada! Vejo que as pessoas aqui são naturalmente tranqüilas, que respeitam o espaço alheio e o que é melhor, interagem umas com as outras, naturalmente. Tenho 35 anos,  sou educadora e professora do ensino infantil e valorizo muito o trato de humanos para humanos, situação rara, infelizmente, de se ver na cidade de São Paulo. As pessoas estão sempre muito estressadas, não se comunicam, e quando o fazem são extremamente mal educadas e ofensivas.
Sou paulistana, mas cansei de me submeter a essa loucura que a cidade se tornou, e por conseqüência as pessoas que nela habitam, sem ao menos perceberem no que elas estão se tornando - seres amargos e solitários.
Ainda leciono em São Paulo, mas espero muito em breve poder lecionar por aqui e fazer a minha vida e novos amigos. Espero também contribuir, de alguma forma, a esse lugar tão acolhedor,receptivo e fértil.
Muito obrigada mesmo,Granja Viana, por ter  permitido renovar as minhas esperanças no ser humano, em uma vida mais vivida e com muita qualidade.

 

Cintia Auilo



Para conhecimento de todos os Moradores da Granja Viana.


Nós, moradores das ruas Adib Auada e Tangará (Gal.Fernando Albuquerque) solicitamos uma reunião com o Wal Mart, há 20 dias, para reinvindicar a mudança do projeto que prevê a saída de carretas/caminhões na nossa rua, até então sossegada, estreita, e por onde dezenas de vans escolares circulam o dia todo, adolescentes e crianças andam a pé voltando do Rio Branco ou mesmo do centrinho da Granja. A saída das carretas está prevista em frente à um BUFFET INFANTIL e uma CLÍNICA PEDIÁTRICA, ou seja, é impossível crer que teremos durante o dia todo esse movimento perigoso em nossa rua. Fora o estreitamento da Rua Tangará (Gal.Fernando Albuquerque) que não comporta nem dois carros passando, o que dirá carretas...


Não somos contra o Wal Mart.
Eles são benvindos, desde que tenham bom senso!
Apenas queremos preservar nosso sossego e a segurança de nossos filhos!

Conto com o apoio de todos.

 

Fátima Barbosa
(Representante dos condomínios Villanova, Villa Vianna, Bosque dos Vianna, Jardim das Paineiras, San Diego Park, e dos comerciantes Buffet Viva Vida, Academia SwinFit, Siamar, Clínica Pediátrica Dr Ary, Marco Zero e demais moradores da Rua Adib Auada).



Ronda Escolar – Urgente!


Precisamos da presença da Polícia Militar – Ronda Escolar próximo das Escolas Estaduais de Cotia.
Solicitamos aos responsáveis pela segurança de nossas crianças, que intensifiquem a Ronda Escolar, principalmente em frente da Escola Zacarias Antonio da Silva. Infelizmente, após o término das aulas,  há constantes brigas dos alunos próximo ao local.
Ronda Escolar, cuidem e protejam nossas crianças.


Rosana Costa
28/05


Rua Cotia


Boa tarde!

Gostaria de solicitar que vcs fizessem uma matéria sobre o estado lastimável
da Rua Cotia, no Parque São George.

Devido o grande numero de caminhões que trafegam na rua por causa da obra do
Parque Maria Tereza Maia, a rua está quase intransitável, em todo o percurso
da rua está completamente rachado, e em alguns trechos crateras, onde só
passam carros pequenos, por enquanto...

Conto com a ajuda de vcs para que consigamos providências da prefeitura para
que arrumem a rua imediatamente.

Obrigado pela atenção.

Patricia Duarte

Marcela Savioli
13/04


Maratonas GV


Bom dia,
Não sei se existe algum clube, associação ou site que organize maratonas, passeios, corridas ou até caminhadas pela Granja. Acredito que seria bem interessante o site organizar caminhadas, no intuito desportivo e filantrópico.
Vale lembrar que a Igreja Sto Antônio, palco de muitas festas das Nações dos Granjeiros mais antigos, está sendo reformada, e pelas faixas expostas, está recebendo donativos.

Marcela Savioli
13/04


Sua opinião - O que falta na Granja


Acredito que a Granja está carente nos bares e casas noturnas. Osório e Canto apenas...

Marcela
savima@gmail.com
09/04


Moradores pedem Socorro


Gostaria de denunciar o descaso com os moradores do bairro Vila Nova que fica próximo a  Estrada do Padre Inácio, estrada se encontra toda sem energia elétrica, e o mato tomando conta de toda a Estrada, no período das 18:00 ás 22:00 temos um enorme trafego de pessoas por esse local, trabalhadores que não conseguem esperar ônibus pois a demora é grande, acabam vindo a pé e se deparando com assalto,  as autoridades locais somente tomam providencias quando chega próximo as eleições,

Morador
03/04


Sua opinião - O que falta na Granja


Eu acho falta na Granja mais sinalizações e ruas asfaltadas... flw

Fábio Augusto
fabinho_s_a@hotmail.com
03/04


Sua opinião - O que falta na Granja


Açougue e um sacolão.

Nani
nani_bock@hotmail.com
15/03


Sua opinião - O que falta na Granja


Sinto falta de respeito pelo meio ambiente e pela geografia da Granja,moro há quase 25 anos aqui e o desrespeito só faz crescer.

Geni Albuquerque
genialbuquerque@ig.com.br
07/03


Sua opinião - O que falta na Granja


Um centro empresarial tipo Alphaville e um Shopping igual ao Tamboré.

Vinicius
vini_godinho@hotmail.com
05/03


Sua opinião - O que falta na Granja


Uma boa padaria nas proximidades da entrada da Fazendinha.

Leticia Teixeira
leticiatex@hotmail.com
26/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Grandes franquias como por ex; amor aos pedaços.

Maryana
maryanasekiguchi@hotmail.com
24/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Sou morador da Granja a 15 anos e a cada dia que passa aquela sensação de segurança e tranquilidade esta indo por agua baixo.Todos os dias pego a av São Camilo quase por inteira, e como  se não bastasse a falta de calçada para pedestres tenho que disputar agora com enormes caminhões que circulam livremente por ela a qualquer horário do dia e com os seus "Pilotos" com total falta de educação e preparo para andar em zona estritamente residencial.
Na semana passada soube de um sequestro de uma pessoa que ao sair da drogaria Onofre foi abordada pelo um meliante e levou ela para dar umas voltas sendo solta na Castelo Branco depois de ser levada a varios caixas eletronicos, soube de outra tentativa de assalto no mesmo periodo a uma banca de jornal na José Felix .A algum tempo atras me falaram de um projeto de se fazer um portal nas entradas da Granja(av são camilo, José \Felix) será que é  so  mais um projeto ou tem fundamento?.E esses terrenos baldios que eistem na Av São Camilo entre o Fazendinha e o Palos verdes não seria o caso de exigir que seus propietários o mantenham capinados e limpos para não se tornarem um local de facil esconderijo para assaltantes? Será que as pessoas que moram e acreditam que a Granja Viana vão ficar vendo tudo isto acontecer e não vão fazer nada ? Acredito que estamos em um processo de grande crescimento na região e se não se unirmos estaremos em direção a uma realidade bem próxima a de São Paulo onde o egoismo esta presente em todos os sentidos e a falta de pulso pelos orgãos competentes estão acabando com a cidade se tornando terra de ninguem!!!!!!
 
Esperando por alguma providencia,
Humberto Guidi

23/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Mais variedade de restaurantes, mas, principalmente, um restaurante árabe

Nilva
rocumbackn@queroconstruir.com.br
15/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Banco 24 h e aulas de dança e balet para crianças no jd. da gloria, vizinho da g. viana. obrigada.

Bianca
bianca.asd@wurth.com.br
15/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Baladasss!!! Festass!!!

Gustavo
guh_gomes@hotmail.com
14/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Melhorias de sinalização, asfalto e iluminação da Av São Camilo.

Ricardo Hallay
ricardo.andrad@br.unisys.com
06/02


SABESP - Ligação de água


É algo assim impressionante !!!
Procurei a ouvidoria da Sabesp para ver se desta maneira conseguir solucionar o meu problema de ligação de água, e o que consegui foi criar um problema ainda maior.
Quando da solicitação PS 298/2336/07 Via das Acácias 606 - Jd Colibri, informei a minha dificuldade em conseguir a ligação de agua.(há mais de ano e meio venho tentando)
Com muita presteza o Sr. Hélio compareceu ao local e verificou a possibilidade de ligação.
Para meu espanto, 2 ou 3 dias depois da sua visita, recebo uma carta informando que o prolongamento da rede custará a BAGATELA de R$ 2.825,05, para pagamento em 30 dias a partir do recebimento desta.
Indignada, liguei para a Regional de Embú e tentei obter alguma informação sobre de onde foi tirado este valor.
Pouco me disseram, ou nada pelo menos que justificasse essa cobrança absurda.
|VEJA BEM ESTAMOS FALANDO DE UM VALOR ALTÍSSIMO, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO O QUE GANHA HOJE 70% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA.
Liguei para a ouvidoria.
A pessoa que me atendeu Wagner, com receio de se comprometer por ser as ligaçãoes gravadas , não teve como me informar absolutamente nada, dizendo que eu deveria ir a Sabesp de Embú para maiores esclarecimentos, que isso não era da alçada da OUVIDORIA.
Bom não é bem o que consta , senão vejamos:"A Ouvidoria procura identificar as eventuais causas da
deficiência no atendimento e encontrar a melhor
solução para a questão levantada."
Ou seja, perfeito, a Ouvidoria mui eficiente contatou a Sabesp que prontamente compareceu ao local...., mas e agora ? A quem eu devo recorrer contra esta cobrança absurda???? Será que cheguei a um beco sem saída ? Ou eu pago este valor ou ficarei SEM AGUA (que diga-se de passagem é um direito meu) por sabe se lá quanto tempo mais ?
A quem devo recorrer agora ? ... sinceramente não sei .
A única coisa que tenho certeza é que pouquissímas pessoas tem ou teriam condições financeiras para arcar com um custo tão elevado para poder ter 'agua em sua casa. Eu com certeza não tenho . A única coisa que tenho é a certeza de que este é um direito meu e como tal vou procurar quem realmente possa resolver esta questão.
Atenciosamente

Ana Regina Alves Motta
26/01


Sua opinião - O que falta na Granja


Uma boa casa de bingo

Ana Gomes
ana_mercosul@yahoo.com.br
07/01


Sua opinião - O que falta na Granja


Pra mim o que falta na granja é um espaço bem tranzado pra se dançar muiiiiito!

Cris
cristinapacheco@globo.com
05/01


Sua opinião - O que falta na Granja


Eu acho que falta LIMPEZA na Granja. É triste andar pela região e só ver montes e montes de lixo entulhos por todos os lados. Um exemplo de tristeza pela situação da região da Granja Viana que é absolutamente privilegiada pelo seu verde, é comparar a "entrada" da Granja pela Av. São Camilo com a região de Alphaville/Barueri ... onde a gente vê uma linad plantação de lirios e na entrada da granja só se vê lixo.

Selma
selma.santos@br.abnamro.com
04/01


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta servicos de instalacao antenas / home t. / etc.

Leandro
lelimeira@hotmail.com
02/01


Sua opinião - O que falta na Granja


Um shopping com lojas variadas, incluindo mercado .tbm um hospital para servir toda a regiao da granja de graça

Mirian Chahad
mcinfo@globo.com
26/12



Prezada Equipe do Site da Granja


Desejo a todos um Feliz e Santo Natal! Que o empenho de vocês possa contribuir cada vez mais para a
divulgação dessa maravilhosa região, parabéns pelo trabalho!


Ana Duarte Lenotti
alenotti@yahoo.com.br
22/12





Feliz Natal

Aos meus amigos
do Site da Granja
 
Gostaria de aproveitar  a ocasião, para desejar-lhes um Feliz Natal e um Venturoso
Ano Novo que se avizinha, e agradecer a remessa de vosso boletim, o qual nos deixa
sempre a par dos acontecimentos em nossa querida Granja Viana.
Cordialmente,
          

 Huáscar Nabuco de Abreu Filho
nabuco@faena.com.br
14/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Na minha opinião falta um hospital com pronto socorro de primeira linha tipo Sâo Luis ou Einstein.

Sinval Camargo Dias
sinval.dias@hotmail.com
14/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta um sacolão grande, ou seja, um hortifruti mais acessivel no preço do que pao de açucar e nicolau.

Silmara
silmara@febesp.org.br
04/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta, um shoppig, onde poderiamos ter, um leque maior de opções de compra e principalmente um cinema.

Paulo Aquino
aquinopr@hotmail.com
01/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Ola eu acho que a Granja Vianna esta muito poluída visulamente pelo menos menos aqui na estrada do Capuava.
Acho que Cotia deveria fazer uma limpeza visual

Fabio Arutin
fabioartuin@gmail.com
29/11


Sua opinião - O que falta na Granja

Moro na Granja há 3 anos, já frequentei todas as academias da região e nenhuma que pude me tornar cliente, pois falta muitas coisas, comom ; - equipamentos, esteiras, instrutores descentes... Por que não existe uma academia de grande rede aqui??

Elisandra
elisandra_santos@hotmail.com
27/11


Sua opinião - O que falta na Granja

Uma padaria de alto nível - Um cinema.

Huáscar Nabuco de Abreu Filho
hnabuco@sti.com.br
21/11


Sua opinião - O que falta na Granja


Que o comércio continue preservando a principal característica da Granja que é o "verde". As novas construções comerciais e restaurantes tentam ter ares de moderna, sem árvores e com cara de "São Paulo. Eu particularmente não boicoto não gastando meu dinheiro nestes locais.

Fabiana
fa.outros@gmail.com
21/11


Bicho Solto - Cane Corso

Bom dia          Venho para parabenizar pela excelente raça de cane corso e o exemplo de temperamento e força , apresentei o cane corso na TV (Bandeirantes na penultima quinta feira . E foi um sucesso .

Philippe Giacobini

giacobin@terra.com.b

17/11


II - PEDÁGIO NO RODOANEL ( e a volta dos caminhões à Raposo Tavares)

Fátima e Hamilton, também consideramos este projeto absurdo. O governo está tomado pelas empresas. É incapaz de utilizar o dinheiro dos nossos impostos para nos beneficiar e está terceirizando a cobrança de impostos. O Rodoanel trouxe tantos impactos negativos ao meio-ambiente e sociais (como o uso da faixa de domínio, que deveria ser de revegetação, para cessão a equipamentos carcerários, com desvalorização da economia local) e apenas um benefício: a acessibilidade. Pois estão querendo tirar este único benefício. Nós estaremos juntos nessa briga.
Haverá duas reuniões na próxima semana em que esta pauta pode ser levantada, embora os temas não sejam exatamente a questão da cobrança de pedágio (pelo menos eu posso citá-las para iniciar um movimento e quem mais quiser ir será bem-vindo):
1) Segunda-feira, dia 20, às 18h30: reunião entre entidades de bairro lindeiras ao rodoanel para definir ações de protesto contra a ampliação do pólo carcerário da Raposo Tavares. Será na rua Eugênio Pacelli, 1013, em Osasco, divisa com Cotia, no Centro comunitário do Jardim Santa Maria.
2) Quinta-feira, dia 23, no Colégio Rio Branco da Granja viana, às 20 horas. Será a reunião do CONSEG Granja Viana.

Fábio Sanchez

fabio@prometeu.com.br

17/11


PEDÁGIO NO RODOANEL

( e a volta dos caminhões à Raposo Tavares)

Olá pessoal,
 
Moro em São Paulo e trabalho na Granja Viana, onde sou proprietário de alguns terrenos nos quais minha empresa constrói casas de alto padrão (Condomínio Golf Vilage na Estrada da Fazendinha). Todos os dias percorro tanto o Rodoanel, quanto a Rodovia Raposo Tavares, como provavelmente muitos de vocês também.
 
Como todos sabem, o atual governardor Claúdio Lembo deu autorização para o início do processo que levará a implantação de praças de pedágio no Rodoanel, pois alega-se que o Estado de SP não possui recursos (???) para a conclusão do trecho Sul do Rodoanel. Isso não é verdade...
 
São Paulo contribui sozinho com 40% dos impostos que são arrecadados pelo Governo Federal. Muito menos que isso retorna para São Paulo. Não faltam recursos. Esses recursos estão bloqueados em Brasília. O que falta é vontade e força política para recuperar esses recursos que Brasília levou de SP.
 
A Granja Viana teve um grande aumento na qualidade de vida desde a inauguração do trecho oeste do Rodoanel, pois o mesmo retirou grande parte dos caminhões do trecho que liga a Granja Viana à cidade de São Paulo. Muitos devem se lembrar do inferno que era no passado para percorrer esse trecho da rodovia.
 

As empresas de carga já avisaram que o pedagiamento do Rodoanel trará os caminhões de volta para as marginais e os trechos iniciais da Raposo Tavares e da Régis Bitencourt. A alternativa de se pedagiar o Rodoanel já havia sido recusada pelos governadores Mário Covas e Geraldo Alckmin. Parace que o governador eleito, José Serra não se opõe a medida. Se o projeto for em frente, a cobrança de pedágio e a volta dos caminhões à Granja Viana se iniciará em 2008. É o tempo que resta aos moradores da Granja Viana para que se mobilizem e consigam parar esse projeto absurdo.

Leia texto na integra

Hamiltonhamiltoncnj@yahoo.com.br

16/11


Sua opinião - O que falta na Granja


Eu acho que falta um shopping.

Tatiana
centerunion@firstmile.com.br
13/11


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito bom o Guia de Ruas - contudo, não abrange a totalidade da Granja - falta Jandira !!! Afinal o "Nova Higienópolis" também é Granja ...

Doris Rampazzo
d.rampazzo@uol.com.br
12/11


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta transporte na estrada Fernando Nobre !!!Urgente!!! Muita gente que trabalha nos condominios de lá dependem de carona (que é perigoso) ou de uma kombi velha que cobra caro e passa uma vez ao dia e as vezes não passa!!!

Cynthia
cynthiaccespindola@globo.com
03/11


Sua opinião - O que falta na Granja


Um bom Hospital.

Djanice Mafra
djanice.mafra@ig.com.br
01/11


Sua opinião - Novo Site da Granja


Tomei conhecimento do site, atravez de uma paixão minha de 32 anos atráz e até hoje hoje sou apx. por ele e, ele é morador da Granja; então, tudo o que diz respeito a Granja me desperta muito interesse. Adorei o site, mostra tudo de bom que acontece na Granja.Gostei de ver o Rolando Boldrin de quem sou fã...Acho que o site está no caminho certo. Parabéns a todos os criadores do site.

Menina
30/10


Sua opinião - O que falta na Granja


Na minha opnião o que falta na Granja é a união dos moradores para que este paraiso não se deterirore rapidamente.Gostaria de saber de voces se a algum projeto da prefeitura para tornar a Av sâo Camilo uma avenida bonita com paisagismo descente e com alfalto e calçadas onde os pedestres não tenham que disputar um lugar com os carros!! Obrigado.

Humberto Guidi
hguidi@magliano.com.br
18/10


Depósito de lixo na rua Roma


Boa tarde

Tendo em vista a solução imediata do caso da Rua Ferro, fiquei estimulado a relatar o descaso que alguns moradores estão tendo com relação à Granja Viana. A Rua Roma, que teve parte asfaltada e outra parte regularizada por maquinas da Prefeitura, virou depósito de lixo e entulhos. Esses maus cidadãos, na calada da noite, despejam de tudo no local e a Prefeitura até o momento não providenciou a retirada dos dejetos.Peço, portanto, ação da Prefeitura e que essas pessoas sejam denunciadas a Polícia e a Guarda Municipal.

Atenciosamente

 Ludovino A. Souza Junior
17/10


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta consciência ecológica. Responsabilidade para preservar o que ainda não foi destruído. Falta ação para impedirmos a destruição que está sendo feita diáriamente.

Cezar de Mercês
cdemerces@ig.com.br
16/10


Sua opinião - O que falta na Granja


Uma loja de miniaturas e uma big store de informática.

Alexander Walter
alex@ywbr.com
11/10


Reclamação à Justiça e à Prefeitura de Carapicuíba

Sou morador e proprietário (com impostos em dia) de residência à Rua Ferros, 44, na Vila Diva, Carapicuíba. Ao adquirir a casa em maio do ano passado, o corretor (Ricardo Grill - Impresa) nos alertou que de direito nossa rua não era uma pequena ruinha sem saída, uma vez que a "não saída" era resultado da invasão de 3 vizinhos. Ok, entendemos o cenário e topamos, uma vez que nossa propriedade estava 100% legalizada.  Há 6 meses, depois de longo tempo segundo nos contaram, a justiça determinou (com razão) a reintegração da área, o que deveria resultar no alargamento da rua e na desobstrução de sua passagem. A prefeitura se encarregou de cumprir (iniciar, na realidade) a obra e trabalhou intensamente durante cerca de 15 dias. Terminaram a obra em 15 dias? Não! E, pasmem, sumiram!!! Deixando para trás uma obra inacabada, a rua ainda obstruída, repleta de lixo, ratos, sujeito, com postes no meio do caminho e PIOR, uma piscina a ponto de desmoronar sobre a rua a qualquer chuva mais forte que venha a acontecer. (de fato, nesse sábado, 7 de outubro, vários pedaços do barranco já começam a cair). Exijo providências!  

Para conhecer a história toda, inclusive com fotos, visite: http://umagranjamelhor.blog.terra.com.br/

obs.: Cópia desta carta foi enviada para a Prefeitura de Carapicuíba

Bob Wollheim
09/10


Sua opinião - Novo Site da Granja


O site é muito bom, só falta um campo de busca, para darmos busca no site se precisarmos de alguma coisa.

Ignez Longo
ignezlongo@uol.com.br
02/10


SAC - "Serviço de Atentado ao Consumidor"


Venho com a presente relatar que no dia 4/09/2006 fui ao Carrefour Raposo Tavares, situado na rodovia Raposo Tavares - km17 – São Paulo – SP, fazer compras semanais pois resido na Granja Viana. Na saída não localizei meu veículo e em seguida constatei que o mesmo havia sido roubado, diante do fato fui a 75ª Delegacia de Polícia – Jardim Arpoador, relatei todo o ocorrido e foi emitido o Boletim de Ocorrência nº. 2452/2006.
Como meu veículo não é segurado, procurei imediatamente manter contato com pessoas da própria loja e também com funcionários do estacionamento para dar andamento ao processo junto à seguradora indicada pelo Carrefour, foram diversas e inúteis tentativas, pois nunca me encaminharam para gerência, ou seja, não me foi dado nenhuma atenção, muito menos orientação ou solução.
Como não consegui ser atendido pessoalmente, fiz a reclamação por telefone no SAC no dia 15/09/2006 com o protocolo nº. 412301, ficaram de dar um retorno ou orientação em três dias úteis, o que novamente não ocorreu. Saliento que sou consciente dos meus direitos e que como não fui tratado como cidadão, muito menos como cliente do Carrefour, entreguei toda a documentação para que meu advogado tome as devidas providências, e mais, tornarei publico através dos meios de comunicação escrito e falado, onde relatarei todo o ocorrido, do efetivo roubo ao tratamento recebido pelo Carrefour.
Aguardo o pronunciamento do Carrefour a respeito.

Ronaldo Gonçalves do Nascimento
dmois@granjaviana.com.br
22/09


Sua opinião - O que falta na Granja


Hospitais e clinicas que atendam convenios.

Marli
marliozzetti@bricobread.com.br
22/09


Sua opinião - Novo Site da Granja


Eu não achei um canal de busca, acho importante.

Ivan Martins
ivan_martins@estadao.com.br
19/09


Sua opinião - O que falta na Granja


Calçadas e fiscalização eficiente( contra despejo de lixo, entulhos, colocação de faixas, etc...)

Maria
msalgado@prefeitura.sp.gov.br
15/09


Sua opinião - O que falta na Granja


Acho muito falta um cinema, um teatro, e público há.

Rosane Roque Martins Perez
rosane.perez@ig.com.br
15/09


Sua opinião - Novo Site da Granja


Achei muito interessante, parece suprir tudo que precisamos parabéns.

Rosane
rosane.perez@ig.com.br
15/09


Queimadas na região do Algarve e Colibri


Todos os anos, pelo menos cinco vezes, pega fogo na fazenda da Capuava- entre o Jardim Algarve e o Colibri, e num terreno do Tieppo.Sou vizinha e tenho asma. A fumaça me faz entrar em crise , tomar remédio, ter taquicardia e outros efeitos colaterais. Este ano o fogo invadiu minha casa, queimou toda madeira que eu iria usar na obra e estragou minha plantação de bambú, minha bomba sapo, grande parte da fiação elétrica que servia a bomba. Estragou também os canos dágua perto da caixa. Passei mal, tive que ligar mil vezes pros bombeiros, etc. Quem paga meus prejuízos? e minha saúde?
Aqui parece terra de ninguém.

Maria Lucia Roxo Nobre
30/08


Sua opinião - Novo Site da Granja


O novo Visual do site da granja esta muito bom parabéns a todos do site da Granja Viana.

Edson Luis de Lima
edson370@itelefonica.com.br
25/08


Sua opinião - O que falta na Granja


na minha opinião falta agito! consegue me entender? BALADA! vlw pelo espaço.

Murilo de Paula Souza Jr
murilo.souza@atososasco.com.br
24/08


Sua opinião - Novo Site da Granja


Adorei!!!!!!! O que era ótimo,ficou melhor ainda... Nesse mundo virtual sou um bebê...então adorei ver imagens da "Nossa Raposo".. Gosto muito de saber notícias da Granja... Obrigada,

Tania Backx Borsato
tania.backx@ig.com.br
22/08


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta mais união e participação dos moradores nas questões do Bairro. Sejam elas de caráter ambiental, político ou relacionados a segurança. Não podemos ser omissos! Precisamos de GENTE QUE FAÇA!

Fatima
faubarbosa@yahoo.com.br
18/08


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito bom

Clenilda
clenilda.abreu@uol.com.br
17/08


Sua opinião - O que falta na Granja


Está faltando serralherias que trabalhem com grades de aluminio na granja não tem nenhuma. obrigada.

Paula
paulasiqueirabueno@ig.com.br
16/08


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta outro retorno na raposo tavares próximo ao kilometro 26, pois temos que andar muito para poder fazer o retorno!!! acho isso um absurdo. se voces puderem nos ajudar todo o jardim da gloria agradece.

Paula
paulasiqueirabueno@ig.com.br
16/08


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta Uma agência do Unibanco, temos que ir tão longe quando precisamos.

Joseli Patricia Gonçalves Teixeira
joseliteixeira@ig.com.br
10/08


Sua opinião - O que falta na Granja


Cursos na area de informática .

Silvana Couto
silvana@luispauloluppa.com.br
31/07


Sua opinião - Novo Site da Granja


Continua lendo sempre que posso, adoro ver as novidades e o desenvolvimento da Granja Viana, como Cotiana e ex-moradora da Granja, esse site é bastante importante para mim.

Maria Ísabel Nunes Jesenicnik
isabel_maria_nunes@hotmail.com
24/07


Sua opinião - Novo Site da Granja


Acho que falta o ícone "BUSCA". Pq as vezes sabemos o nome do lugar e o mesmo se encaixa em várias categorias, aí tem que ficar procurando...Obrigada

Ivana
ivana.duarte@reckittbenckiser.com
21/07


Sua opinião - O que falta na Granja


Os bares são muito etílicos e barulhentos, falta uma casa tranquila para concorrer com o lanche no Patissier.

cafeteria, casa de chá, louge
thereza.pozzoli@gmail.com
20/07


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito legal

Valeria Lopes Thedoro
valeria.26@ig.com.br
17/07


Corte de Eucalíptos


Sou moradora da rua Adib Auada.
E assisti desolada o corte de vários eucaliptos localizados no terreno da GE, que faz fundo com minha rua.
Protocolei denúncia na Policia Florestal, liguei no Ibama, no Meio Ambiente de Cotia, na Prefeitura. E sei de muitos vizinhos que fizeram o mesmo.
De nada adiantou.
As árvores foram caindo, uma a uma, dezenas delas, sem que nada fosse feito. Soubemos depois que o corte havia sido autorizado.
" Eucaliptos podem ser cortados ", é oque não canso de ouvir.
Mas não posso concordar.
Não posso aceitar que nada seja feito para compensar o estrago.
Estrago Ambiental, acústico, visual.
A população da Granja está assistindo indignada, ao desmatamento para a construção de condomínios.
Vão acabar com o "Nosso cantinho", se não fizermos nada.
Devemos nos unir e pedir uma compensação ambiental para esses eucaliptos e tantos outros que poderão ser derrubados.
Não podemos ficar quietos e nos tornarmos omissos.

Fátima Barbosa
faubarbosa@yahoo.com.br
11/07


Sua opinião - O que falta na Granja


Acesso à banda larga

Francis Henrik Aubert
fhaubert@gmail.com
04/07


Sua opinião - Novo Site da Granja


Opniao :Muito bom !! Faltou um item: BUSCA dentro do próprio site. Por exemplo: quis encontrar o Cantinho do Pão e não encontrei e também não achei o ícone BUSCA. De resto, tudo muito legal, bonito, não está poluido visualmente. Parabéns !

Nilva Rocumback
rocumbackn@queroconstruir.com.br
23/06


Sua opinião - Novo Site da Granja


Opniao : Muito bom ! é o que precisamos diariamente.

Eduardo
snoopdududogg@hotmail.com
21/06


Sua opinião - Novo Site da Granja


Opniao : o que venho procurando nestes últimos dias é algum lugar para hospedar parentes que virão de outros estados para bodas de meus pais. acredito que outras pessoas tb. em algum momento sentirão essa falta

Matilde N. Menzato
matildinha_ne@yahoo.com.br
12/06


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito bom este site, nos transmite muita cultura. Aos criadores meus parabéns!

Lilian Teixeira
liatsil@ig.com.br
11/06


Sua opinião - O que falta na Granja


um lava rápido, com cara da granja e não de posto de gasolina. Que funcione aos sabados e domingos, e que tenha um ambiente agradavel ou seja bem localizado para aguardar a lavagem.

Fabiana
faryniuk@ig.com.br
06/06


Sua opinião - Novo Site da Granja


Ótimo, parabens pela iniciativa e pela contribuição a comunidade.

Luiz Carlos Nicolau
lcnicolau@msn.com

05/06


Derrubaram o meu muro


Estamos..no mato sem cachorro,aonde esta a eficacia da atual administraçao de nosso municipio?enquanto constroi um muro desnecessario derrubam um .trazendo prejuizo a uma comunidade que visa somente o bem estar comum..parabens ...
leia mais


05/06


Sua opinião - O que falta na Granja


Um bom pronto-socorro 24hs, que atenda convênios e particulares.

Valquiria Rigonatti
val-natti@ig.com.br
26/05


Muro de Berlin (Parte 2)


Pessoal, escrevo novamente para relatar minha indignação.
O Muro de Berlim (assim nomeado por meus vizinhos) agora é de fato realidade, ele está lá, uma parede de blocos de concreto intransponível, em frente ao meu portão.
Estou chocada com o descaso de nossa sociedade e autoridades.
Fiz um abaixo assinado endereçado ao senhor Quinzinho (prefeito de Cotia) com as assinaturas de vizinhos explicando o quanto o fechamento da Rua Nova Lima é inconstitucional, nem se quer fui ouvida.
Nas minhas idas e vindas à prefeitura de Cotia, descobri que a autorização para o fechamento da rua Nova Lima, teve como base um projeto aprovado em 1986, isto mesmo, vinte anos atrás, projeto que autoriza o fechamento de várias ruas no local, aprovado por moradores que nem residem mais na
vizinhança, e pior, o projeto aprovado fala de um bolsão e não de uma só rua.
Bem aqui estou, impedida de pisar na rua da frente, mas não impedida de falar, de lutar. Vou procurar um advogado (arcar com honorários) e contar com o "bom senso" de algum juiz!

Joice Gitahy
gitavila@ig.com.br
22/05


Cuidado com o Muro


Prezados, escrevo a vocês na esperança de conseguir alguma indicação, ajuda. Sabem se a prefeitura de Cotia disponibiliza algum e-mail de reclamações?

Moro na Granja há um ano. Estou com um problema que não sei como resolver.

Os moradores da rua (Nova Lima) que fica em frente a minha casa (Nova República), pediram na prefeitura licença para fechar a rua deles (digo aqui deles, pois não tenho mais meu direito de cidadão de ir e vir no que antes era coletivo).

Não entendo, vejo tantos moradores solicitando pavimentação nas ruas e neste caso a prefeitura de Cotia não tem dinheiro ou interesse em solucionar o problema. Basta algumas pessoas pagarem para tirar o direito de outras pessoas usarem de um bem comum (rua pública) que a prefeitura de Cotia se
torna rápida e eficiente.

Estou revoltada com essa licença, como a prefeitura autoriza construir um muro na frente da minha casa  para proibir outras pessoas de transitarem na rua, pois nem poderemos andar de bicicleta ou levar bebês para um banho de sol, será construído um muro.

Proibida a entrada, entrada que é do direito de todos nós.

Faço aqui um alerta, você pode acordar e dar de cara com um muro no seu portão, assim como aconteceu comigo.
.

Joice Gitahy
gitavila@ig.com.br
08/05


Sua opinião - Novo Site da Granja


Eu adoro o site,me mande todas as novidades que tiverem. eu agradeço,um abraço.

Fabiana
fabi.egito@hotmail.com
22/05


Sua opinião - O que falta na Granja


Agências bancárias do Banco do Brasil e do Banco Real. Toda vez que preciso ir ao banco, é uma viagem!

Fátima Barbosa
faubarbosa@yahoo.com.br
18/05


Sua opinião - Novo Site da Granja


Parabenizo pelo site da Granja, como ex-moradora da Granja ,Av. Sao Camilo, estou sempre lendo noticias e vendo novidades,isso é importante para mim, como moradorada da Suécia.

Maria Isabel
isabel_2005@mail.com
15/05


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta um cinema, mesmo que seja pequeno. mas também falta papelaria.

Fabiana
fabi.egito@hotmail.com
15/05


Sua opinião - Novo Site da Granja


Falta colocar um mapa da região para aqueles que nunca foram na granja conseguirem se localizar. Grata e sucesso.

Monica
monicabaliu@globo.com
16/04


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito bom ...estou sempre procurando noticias, ou seja novidades.

maria
lbianchiniprado@hotmail.com
16/04


Sua opinião - Novo Site da Granja


O Site da Granja é muito bom para encontrar o que se precisa na região, é interessante os comerciantes anunciarem neste para nossa facilidade. Gosto muito também de ler a agenda de eventos.

Sabrina
scandolari@hotmail.com
12/04


Sua opinião - O que falta na Granja


Parques para criancas com segurança e locais para patinar(com piso liso) acessiveis, seguros, e com disponibilidade de horario para quem nao é dona de casa!

Cleusa França
cfranca@vnu.com.br
12/04


Sua opinião - Granja de Cara Limpa

Parabéns aos organizadores e idealizadores da campanha Granja de Cara Limpa. Realmente nosso pedaço está carecendo de cuidados deste tipo. Alguns moradores e comerciantes precisam ser "alertados" para a sujeira que produzem, seja com faixas promocionais, restos de podas e jardinagem e até mesmo lixo comum.
Parabéns!
Moro na Granja (Fazendinha) há quatro anos.
Infelizmente não poderei participar, pois trabalho aos sábados. Tentarei "pegar" o fim do evento, à tarde.

Fabio Hargesheimer
fabio@fotog.com.br
07/04


Sua opinião - Novo Site da Granja


Parabenizo pelo Novo Site da Granja... Sempre para frente.

julião
ajsantos@directnet.com.br
05/04


Sua opinião - Novo Site da Granja


E bom saber que estamos evoluindo,granja quem te viu ...e quem te ve... hoje ..costumava andar no campo aberto, Liberdade total não tinha divisas, hoje ,..1958...2006 Que diferença!

maria
bianchiniprado@hotmail.com
31/03


Estrada das Piteiras


Srs. bom dia. Gostaria de pedir uma gentileza: Sou morador do condominio Colinas do São Fernando no km 28,5 da raposo tavares, porém a estrada que liga o condominio a raposo tavares é uma rua de terra, e quando chove não a perua escolar que queira encarar esse problema. Ja coloquei minha casa a
venda, infelizmente pela falta de opção em morar em um lugar assim. Qualquer escola de qualquer nivel hierarquico não quer encarar aquela rampa, que liga a avenida Carlos Castro (travessa da Fernando Nobre) a Roselandia. Gosto muita da granja vianna, mas vou ter que voltar para São Paulo, pela falta de opção no transporte escolar. Se vcs puderem chamar atenção das autoridades para isso, agradeço. Toda vez que pago meu IPTU (R$ 750,00) ao ano mando uma mensagem ao prefeito, mas como nesse país nada funciona, aqui fica meu apelo, grato

Guilherme Fortes
gpfortes@hotmail.com
30/03


Sua opinião - Novo Site da Granja


Acho um site completo, gosto muito, não deixe de me mandar novidades, grata

Sylvia
sylviagiacchetto@hotmail.com
27/03


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muiiiiiiiiiiiiiiito bom gostei mesmo

Jose Anttonio Santana
hsjorgesantana@hotmail.com
27/03


Sua opinião - Novo Site da Granja


O site da granja é muito interessante e esta legal com o novo visual

Neide Gracia
graciasol@terra.com.br
24/03


Sua opinião - O que falta na Granja


Uma danceteria; Cinema.

Vania Carla
vania_carla@ig.com.br
14/03


Sua opinião - Novo Site da Granja


A + ou - 1 ano visito o site, e acho ótimo, usei - o por muito tempo para fezer pesquisas para os trabalhos que realizava no período da faculdade!!! Desde então recebo muitas novidades diariamente enviada por vcs!!! OBRIGADA.

Ligia Molezim
ligia_torres@ig.com.br
08/03


Mais um sequestro na Granja


AMIGOS E VIZINHOS:Hoje pela manhã foi sequestrada na Rua Monte Alegre, (rua do Marinho Móveis), a Coordenadora do Ensino Fundamental do Colégio Mario Schemberg - Professora Marli.Ela estava indo para o colégio, as 7 da manhã, quando passou por alguns buracos e teve que diminuir a velocidade. Foi abordada e com uma arma na cabeça, rendida e levada.Uma mãe do colégio que ia deixar os filhos viu tudo.Levo minha filha pequena todo dia no Carinho de Mãe, e tenho reclamado sempre das "crateras" que estão cada dia maiores no acesso da Rua Monte Alegre com a Estrada do Espigão.(Local do sequestro).Gostaria de pedir ajuda à Prefeitura para que faça o recapeamento daquele trecho, pois em 1 mes, já é 2º caso de sequestro no Mario Schemberg. No inicio do mes passado sequestraram um aluno e sua namorada, na saída do colegio.PRECISAMOS ESTAR ATENTOS!!!
DIVULGUEM AO MÁXIMO DE PESSOAS!
NÃO PODEMOS DEIXAR NOSSA GRANJA VIANNA NA MÃO DOS BANDIDOS!!!

Fátima Barbosa
07/03

Obs.: Foi enviada uma cópia desta para a Prefeitura de Cotia


Sua opinião - O que falta na Granja


Falta barzinhos prá tomar choppinho, comer petiscos e jogar conversa fora, ao ar livre, simples mas de bom gosto, tipo boteco.

Silvana
smns@superig.com.br
20/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Cinema

Lia Rodrigues Tavares
lia@ies.tur.br
20/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Se tornar uma cidade independente, com prefeito e vereadores proprios.

Paulo Denis Fontanesi
paulodenis@gmail.com
08/02


Sua opinião - O que falta na Granja


Um bom Shopping Center.

Marco
marcogald@ig.com.br
08/02


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta educação dos ditos novos moradores da região que não têm o mesmo comportamento dos antigos moradores da regiâo que estes sim buscavam um lugar diferenciado para viver em harmonia com a família, vizinhos e amigos. Sugestâo: Porque não colocar fotos da região no site, poderia até ser promovido um concurso por este site. Seria bacana ver o olhar dos granjeiros sob a região.

Jorge Veloso
jorgemkt@tombr.com.br
01/02


Sua opinião - Novo Site da Granja


Muito legal, inteligente e moderno. pratico e facil de localizar os assuntos de interesse.

Ricardo Ret
ricardo.ret@hp.com
27/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Cimena e Teatro

Igor Barricelli
igorbarricelli@hotmail.com
27/01


Sua opinião - Novo Site da Granja


Eu moro no jd. colibri e pelo Site eu tenho a oportunidade de conhecer melhor a nossa região e espero que vc´s continuem esse ótimo trabalho.

Rogerio Lourenço Lovato
rogerio.lovato@pop.com.br
24/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Pronto socorro e padaria faltam na Granja Viana.

Angela Gratão
agratao1@itelefonica.com.br
24/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Teatro! Teatro em todas as suas formas de manifestação: cursos, apresentações, oficinas, etc! Enfim, cultura!

Suellen
suellenpl@hotmail.com
20/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Sou uma pessoa ecologicamente correta e entendo que se nós colaborarmos com o planeta em que vivemos estaremos desfrutando de uma melhor qualidade de vida.Falta na Granja Viana um coletor de Lixo seletivo.

Maria Ângela dos Santos
xamanicazen@ig.com.br
19/01


Sua opinião - Novo Site da Granja


Sugestao : Parabéns pelo Site da Granja. Moro há um ano na região e, com a ajuda do site, pude conhecer muito do que a Granja nos dispõe.

Thays Aldrighe
taldrighe@gmail.com
14/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Boa noite Em minha opiniao esta faltando, uma boa sorveteria. bjs Fe

Fernanda Marinacci Machado
fernandamarinacci@ig.com.br
13/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Um cinema. bom. que passe filmes bons. granja já é o centro gastronômico da grande são paulo. imagina, vir pessoas interessantes para a granja, assitir filmes e depois comer nos bons restaurantes??

Fernanda
fernandaolivieridelima@hotmail.com
10/01


Sua opinião - O que falta na Granja

falta speedy ou outra forma de internet banda larga no Pinus Park, Granja Viana. Em qualquer lugar tem, mas aqui não tem...

Camilo
camilo331@gmail.com
06/01


Socorro!!!  Estamos quase 7 dias ilhados.......

Nos moradores dos Bairros do Morro Grande e Sandra, em Cotia - SP, estamos revoltados com a pouca vergonha do poder publico e da Prefeitura de Cotia......
Moro a mais de 18 no bairro do Morro Grande em Cotia, e toda vez que chove convivemos com o mesmo problema, o rio que existe no bairro e cruza a estrada do Dae (continuação da estrada do Morro Grande) transborda e deixam todos os moradores do bairro Morro Grande, "ilhado", deixando uma única
alternativa (uma estrada de terra, deserta, que corta um matagal), onde poucos se arriscam a encarar.
Alem disso outros moradores de bairros vizinhos como o Sandra, ficam isolados sem alternativa de escola (EE. Jose Barreto), EMEI Morro Grande, UBS Morro Grande e o Hospital das Graças, todos ficam no Bairro do Morro Grande e os moradores ficam sem acesso a estes serviços.
Bombeiros, Policia, ambulâncias e outros serviços também não podem passar por causa do transbordamento do Rio.
Queremos uma providencia rápida, pois estamos a mais de 5 dias ilhados.....
Os carros que arriscam passar param na metade do caminho e ainda tem seus motores  prejudicados por causa da água.

Por favor, nos AJUDEM.

Samuel Ricart de Jesus
samuelricart@hotmail.com
06/01


Sua opinião - O que falta na Granja

Um bom shopping center (não grande: bom!) com algumas boas salas de cinema.

Otacilio
otacilio@hexis.com.br
21/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Banda larga

Maria das Graças Miranda Ferreira
mgracasm@aol.com
20/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Internet banda larga

Anice Teixeira
aniceteixeira@yahoo.com.br
20/12


Sua opinião - Novo Site da Granja

Ficou excelente

Antonio marinho filho
antoniomarinho_pb@yahoo.com.br
20/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta empenho destas instituições que so querem mamar a custa dos moradores. Bando de vigaristas.

Marcos Junqueira
mjqira@uol.com.br
08/12


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Muito bom.

Isabela Maria Gomez de Menezes
issamenezes@globo.com
10/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Falta mais respeito com os animais.

Mariana Amaral
tatina.amaral@hotmail.com
08/12


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Achei muito poluído, preferia como era antes.

Lucia iwamoto
lucia.iwamoto@acnielsen.com
07/12


Sua opinião - O que falta na Granja

Um Shopping.

Simone Rosa da Silva
simone_rsilva@hotmail.com
05/12


Sua opinião - O que falta na Granja

 

Agradeço muito o suporte que significa este site da Granja.
Referente a  um tipo de serviço fundamental e até  hoje  ausente é:
Empregadas, garçons, cozinheiras diaristas.

Para eventos: coral de crianças, outros shows ou espetáculos para ocasiões particulares.
Aguardo sugestões.
Obrigada,

Mónica
02/12


Sua opinião - O que falta na Granja

 

CALÇADAS, CALÇADAS, CALÇADAS

Lúcia Aparecida Jorge
lucia_jorge2004@hotmail.com
01/12


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

O site está muito bem organizado, porém estava procurando a Optica Dottore e não a encontrei. Sugiro que o elaborador do site organize um link tipo "busca" ´para facilitar a obtenção da informação. Parabéns pelo site e obrigada pelo espaço.

Mariana Gonçalves
marianagmf@hotmail.com
30/11


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

vcs poderiam ter uma pagina com o guia de ruas de condominio, facilitaria para todos.

Luiz
luiz.ads@terra.com.br
29/11


Sua opinião - O que falta na Granja

 

Um bom hospital

Ana Lourdes
udi1@terra.com.br
23/11


Sua opinião - O que falta na Granja

 

Acho que vcs poderiam colocar no site mapa da região com ruas dos condominios, pois para quem entrega produtos ficaria mais facil localizar end.

Luiz
luiz.ads@terra.com.br
21/11


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Olá, achei o novo site muito legal. Morei na Granja há muitos anos, quando a Rua São Camilo ñ era nem asfaltada. Hoje moro em Natal-RN e gosto de matar a saudade visitando o site.

Carlos Donizete Teixeira
carlos16dt@yahoo.com.br
14/11


Sua opinião - O que falta na Granja

 

Acho que deveriamos ter um Shopping e Cotia.

Amarildo Martins
spanishclass@ig.com.br
10/11


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Li no Jornal Daqui sobre a mudança e entrei para conferir, achei que ficou muito bom.

Amarildo Martins
spanishclass@ig.com.br
10/11


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Está muito bonito , as cores ficaram mais suave com a cara da "GRANJA VIANA" lindão

Joao Gomes
joaogomes@sosecal.com.br
09/11


Segurança

É inadimissível que na Avenida São Camilo na altura do Condomínio Palos Verdes não tenho um radar eletrônico. Infelizmente as pessoas não se respeitam no trânsito e acredito que esta medida evite muitos acidentes.

Obrigada pela atenção

Patrícia Mendes
08/11


Moradores se rebelam contra falso condominio

Olá amigos,

Em primeiro lugar queremos elogiar o link da matéria do Cotidiano da Folha de SP "Morador se rebela contra falso condomínio", que deve dar início a uma intensa discussão sobre o assunto que aflige 40 % (segundo  pesquisa da Folha) dos moradores deste verdadeiros "feudos dos tempos modernos". Aproveito para enviar um artigo que escrevi sobre o assunto que leva o nome de "Movimento dos Com-Grana" e que está no nosso site da AVILESP - Associação das vitimas de Loteamentos do Estado de São Paulo" www.avilesp.com.br , que solicitamos que divulguem.

O texto formatado está na página http://www.avilesp.com.br/avi/News/print/sid=5.html

Solicito uma avaliação do texto e a possibilidade de tal publicação nesse jornal.

Grande abraço

Abilio Manuel
07/11


Telefone Útil

Sou moradora da Granja e visitando o site percebí que existem vários telefones úteis, porém não há nenhum telefone ou nome de entidade que permita denunciar maus tratos a animais, que acontece muito na Granja, infelizmente.Já sei como denunciar desmatamento, por exemplo, mas parece que ninguém se preocupa com os animais.

Ir à Delegacia e fazer BO é até piada, pois já viví uma história em que a pessoa que foi fazer o BO foi ridicularizada na delegacia.

Eu mesma, que vívo ajudando a salvar animais abandonados e a recolocá-los em lares seguros, não sei a quem recorrer para denunciar maus tratos e abandono de cães e gatos.

Por favor, isso será de grande valia, pois é uma barbaridade o que se maltrata e desrespeita animais na Granja Viana.

Obrigada.

Iracema xa
01/11


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Ficou mais rápido, pratico, fácil de encontrar o que se procura. Parabéns a toda equipe do Site da Granja.

Lourdes
lnhoato@unionwrap.com.br
31/10


Buracos na estrada da Aldeia

Gostaria de saber quando irão fazer o serviço de tapa buracos na Estrada da Aldeia, trecho que pertence a Cotia, pois em Carapicuiba o serviço funciona e os buracos são fechados rapidamente, mas o pedaço que está a cargo da Prefeitura de Cotia está perigoso, não sabemos se desviamos dos buracos, onibus ou carros estacionados no "passeio"

jadadbsa
31/10


Sugestão de matéria e melhoria no site

Sugiro veicular uma matéria sobre o corredor industrial de Itatuba no Embu, apesar de não fazer parte da Granja Viana esta área tem impacto no abastecimento de água da região. Sou moradora do loteamento Parque das Artes e estou preocupada com o assunto, sugiro que conversem com a SEAE
(sociedade ecológica do Embu) pois já existe um trabalho na mídia que inclui a CBN, Rede TV e veículos específicos de meio ambiente. www.seae.org Outra sugestão é que o jornal "Granja Viana" tenha um canal específico e reportagens dedicado ao Meio Ambiente, busquei neste site informações deste tipo sobre a região e elas são encontradas de forma "pulverizada".

Grata,

Fabiana
31/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Acredito que está faltando um shopping com salas de cinema, já que em nosso municipio nãi existe um cinema.

Isabel cristina
cristinamonges@hotmail.com
30/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Feira livre, hortifruti, transporte entre os condomínios, pavimentação decente, saneamento básico.

dani vasconcellos
danivasconcellos@globo.com
29/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Achei lindo e moderno a cara do bairro da granja vianna. Mandem noticias para o meu e-mail ficarei feliz.

Alaide
alaidearias@hotmail.com
25/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Adoro o site e a equipe nos auxiliou na divulgação do nosso evento por diversas vezes. Sugiro porém, que se crie um chat de bate papo, para que possamos conhecer os moradores, vizinhos e futuros amigos de uma forma mais estreita e direta.

Catia Garcia
catia_garcia@uol.com.br
25/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Acho que falta um Supermercado para a classe média, tipo Carrefour, Compre Bem, etc... com acesso pela Raposo, entre os KMs 22 e 28. Também falta um Shopping a nossa altura pois o Shopping Raposo, além de ser distante tem poucas lojas e pouca diversão. Merecemos um shopping do padrão do Tamboré ou Taboão da Serra. Espaço fisico não falta, talvez falte incentivo da Prefeitura para beneficiamento da nossa região.

Lucia Stamatiou
lstam@br.inter.net
22/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Hospital

Simone Defendi
simone@proinvest.com.br
22/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Melhoria nas vias públicas e melhor iluminação

Ricardo Hallay
ricardo.andrade@br.unisys.com
21/10


Sua opinião - O que falta na Granja

Uma lavanderia self service

Gisele Palermo
gipa@uol.com.br
21/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Pessoal, Ficou 1000!!!! Legal meeeesmo! Profissa! Parabéns a todos vocês pelo empenho e pelo sucesso! beijos

Maluh
maluh.duprat@terra.com.br
21/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Muito bom ! Fácil, rápido e esclarecedor ! Parabens!

Ricardo Hallay
ricardo.andrade@unisys.com
21/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Ficou com uma estrutura melhor, mas visualmente ficou muito ruim, principalmente as cores que não tem nada a ver.

Roberto
roberto@terra.com.br
19/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Seria interessante ter uma campo de busca.

Lilian Nagaoka
lilian.nagaoka@br.abb.com
17/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Estou gostando, acho que vai me ajudar bastante. parabéns.

Joao Cândido B. Gomes
jcandidobg@uol.com.br
15/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

 

Tê, acabeide entrar no site, parabéns ficou maravilhoso a velocidade nem se compara...beijos

Patricia Maia
14/10


Sua opinião - Novo Site da Granja

Espaço Denis Ferrari de Saúde e Cultura Parabéns à equipe do Site da Granja. A nova fisionomia e a nova dinâmica de atendimento do Site da Granja ficaram exemplares. Espero que a partir de agora a nossa coluna de Saúde da Mulher possa ir ao ar. Afinal, as mulheres granjeiras, assim como todas as demais, merecem ter um canal especial de comunicação que as coloquem em contato com as mais recentes conquistas da ginecologia e da obstetrícia. Tal coluna é um serviço de utilidade pública que não pode faltar nos veículos de comunicação da atualidade. Denis Ferrari ginecologista e obstetra.

Dr Denis Ferrari
denis@denisferrari.com.br
13/10


Agradecimentos - Campanha HCV

O Unidos Venceremos agradece de coração a colaboração, o apoio e a receptividade de todos, quando nos propusemos a fazer a 1a Campanha de Divulgação da Hepatite C na Granja Viana.
Nomeadamente: Jornal D'Aqui, Viva São Paulo e Site da Granja, pela divulgação do evento; Ótica Brazolin e Giustti Papelaria, pelos folhetos de chamada; Flying Colors, pelas faixas (que infelizmente foram retiradas por algum estúpido, antes que pudessem ser vistas); Cantinho do Pão, Restarante Pátio Viana, Armazén do Nicolau, Pimenta Rosa, Angela Serrano, minha amiga Leo, Farmaplus, Espaço Rever, pela generosa colaboração na confecção para a confecção de 3 mil panfletos, dos quais 1600 foram distribuídos e Pão de Açucar, por nos ceder o espaço. E aos amigos que vieram ajudar fisicamente na distribuição dos panfletos.
A campanha foi um sucesso, acho que conseguimos orientar as pessoas e espero que os portadores de HCV e seus familiares sintam à vontade para nos procurar sempre que precisarem.
Nosso próximo plano, será uma reunião de convivência a ser anunciada em breve.
Existe solidariedade quando nos propomos a fazer uma coisa séria!
Muito obrigada mesmo!

Micky Woolf
18/05


 

newsletteranuncie

Receba nosso informativo semanal