TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações

Comunicação Gaia

Gotas de Consciência: Revelando a Pegada Hídrica

14/03/2024




Você já ouviu falar do termo Pegada Hídrica? 

Este termo está ligado ao cálculo de consumo de água associado a um produto, a um serviço, a um processo ou a um indivíduo ao longo do seu ciclo de vida, desde a produção até o consumo. 

Chama-se de Pegada Hídrica direta o consumo da água associado às nossas atividades cotidianas domésticas: tomar banho, escovar os dentes, lavar a louça etc… e a Pegada Hídrica indireta é aquela que está incorporada aos bens, serviços e produtos finais que escolhemos comprar. Em razão dos hábitos de consumo e estilo de vida, a pegada hídrica indireta pode ser superior a direta, e por este motivo, por ser “invisível” ela é costumeiramente negligenciada. 

Então saber quantos litros de água são utilizados na produção de um bife, em um litro de refrigerante ou um smartphone é vital para praticar o consumo consciente e poupar este recurso essencial à vida. 

Estamos no mês de Março, quando celebramos o Dia Mundial da Água, como dizia desde 1972, Elis e Jobim, “são as águas de Março fechando o verão, é a promessa de vida no teu coração”. 

Quiçá por acaso, no ano de 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 22 de março para declarar a importância deste bem natural, essencial à vida, para estimular a conscientização do uso e destacar os temas relevantes que envolvem os recursos hídricos.

Considerando que 75% da superfície terrestre é coberta por água, muitas vezes temos a impressão de infinitude desse recurso, especialmente no Brasil, um país abundante em recursos hídricos.

No entanto, 97,5% da água existente no planeta é salgada, sendo imprópria para o consumo direto ou irrigação da agricultura. Os outros 2,5% representam a fração de água doce, sendo a maior parte 69%, está nas geleiras em estado sólido. Outros 30% são águas subterrâneas armazenadas em aquíferos e o restante apenas 1% encontram-se em rios, das quais temos acesso, e por vezes são poluídos.

Neste contexto a água é entendida como um bem precioso, utilizado em muitos processos e que pode muito bem escassear, especialmente se não adotarmos práticas sustentáveis e responsáveis. Praticar a conscientização sobre a Pegada Hídrica torna-se, portanto, fundamental para promover mudanças significativas em nossos hábitos cotidianos e para influenciar as nossas decisões de consumo.

Ao entender a Pegada Hídrica dos produtos que utilizamos, somos capazes de fazer escolhas informadas e contribuir para a preservação desse recurso vital. Um simples ato, como optar por marcas e produtos fabricados de forma mais sustentável, pode ter um impacto significativo no desperdício da água. É uma maneira tangível de expressar nosso compromisso com a conservação ambiental e a sustentabilidade.

Além disso, é fundamental que governos, empresas e a sociedade civil em geral atuem em conjunto para desenvolver e implementar políticas e práticas que promovam a gestão responsável da água. Isso envolve não apenas a preservação das fontes de água doce, mas também a redução da poluição e o tratamento adequado dos recursos hídricos disponíveis.

Neste Dia Mundial da Água, é imperativo refletirmos sobre o impacto de nossas ações no ciclo da água e nos recursos hídricos do planeta. Elis e Jobim nos lembram da importância das "águas de Março", não apenas como o fechamento do verão, mas como a promessa de vida em nossos corações. Cabe a cada um de nós agir de maneira responsável para garantir que essa promessa se cumpra, preservando a água para as gerações futuras e para o equilíbrio sustentável de nosso planeta.


Conheça a pegada hídrica de alguns produtos comuns do seu dia a dia.


1 kg de carne = 15,4 mil litros

1 folha de papel = 11,35 litros

1 kg de café = 19 mil litros 

1 carro (de 1,2t) = 35 mil litros

1 smartphone = 908 litros


A água não nasce em cano, pense nisso.

Por 

Fernanda Frediani




Veja mais

Os bastidores da história da celebração do Dia da mãe Terra

 


Fernanda Frediani

Uma engenheira que ama escrever, cozinhar e ter momentos de pausa e contemplação em meio a natureza. 
Pós-graduada pela Esalq/USP, Lato sensu em Gestão de Projetos com o tema, análise do comportamento na gestão de mudança para práticas de sustentabilidade. Graduada em Gestão Ambiental e Bacharel em Engenharia Ambiental e Sanitária. 
Fundadora da consultoria UPcycling Eco Socioambiental, atua na criação, elaboração e execução de projetos voltados à ESG e sustentabilidade, além de soluções técnicas em licenciamento ambiental e correlatos.
Consultora, ativista e engajadora de causas socioambientais.

Site: lattes.cnpq.br

Pesquisar




X































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR