TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações

Varal com texto

14/10/2009

Ainda sobre o ENEM A recente quebra do sigilo da prova do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio) - passível de ocorrer em qualquer vestibular - teve neste caso o apoio incondicional do MEC (Ministério da Educação e Cultura), do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e de toda a equipe - em muitos atos, amadora - que dirigiu o processo de mudanças



A recente quebra do sigilo da prova do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio) - passível de ocorrer em qualquer vestibular - teve neste caso o apoio incondicional do MEC (Ministério da Educação e Cultura), do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e de toda a equipe - em muitos atos, amadora - que dirigiu o processo de mudanças. Como em outros setores, quiseram deixar uma "marca" a qualquer preço: mudar o nome das coisas e depois dizer que inventaram a novidade. E com muita pressa!

Provocaram um caos no meio estudantil, fizeram mudanças sem qualquer planejamento, focaram numa prova que tinha uma função e agora vai cumprir outra - se é que vai cumprir alguma - e descuidaram de uma série de itens relativos às táticas, às questões operacionais e.... deu nisto!

Alguns jornalistas tem levantado a suspeita de que houve "influência" política na quebra de sigilo; ou seja: teria ocorrido a mando de partidos interessados no desgaste político do atual governo. Ora, por que não se pede pra investigar que empresa foi esta que ganhou a licitação, sem competidores? Por que um dos secretários do Ministério, no dia 05 de outubro, disse que "lamentava mas não havia outro jeito se não o de processar a empresa responsável pela organização do ENEM". Lamenta?! De quem é esta empresa?

Agora vão repassar a organização da prova para a CESGRANRIO (Centro de Seleção de Candidatos ao Ensino Superior do Grande Rio), sem licitação, como vem sendo o costume, mesmo que este caso justifique tal encaminhamento.

Bem, acredito que se algum esquema político esteve por trás desta ocorrência, só foi possível por causa do despreparo deste grupo que vem tentando alterar o modelo atual e da falta de cuidados que tiveram desde o início.

Ao invés de propor alterações "à queima roupa" como fizeram, poderiam estar estudando, discutindo, planejando medidas de longo prazo que, de fato, provocassem melhorias.

Vamos aguardar e torcer para que mais nada dê errado no "Novo ENEM".


Por Sérgio Pita, Professor do Curso e Colégio Anglo Leonardo da Vinci


Veja mais

Carta do mês de julho da Cidade Âncora: A roupa nova do rei
Esquizofrenia
Não é Não!
Inclusão do deficiente
Crianças e a Pandemia
Do privilégio ao exercício da responsabilidade
Espaço Integração 17 anos
Sobre a atuação da jovem Greta
TV Vagalume: Chorou ganha colo
TV Vagalume: A criança faz parte da tribo família
Bolo improvisado por Natureba TV
Queijo Vegano no Natureba TV
Batata Chips de forno que não gruda
TV Vagalume: Ajudando as crianças a lidar com a raiva
TV Vagalume: A quietude na convivência com as crianças
O que fazer quando a criança faz birra?
Biscoitos de Polvilho Colorido no Natureba TV
Leite de Coco caseiro no Natureba TV
Mousse de Chocolate na NaturebaTV
Naturvin - Cooperativa de Vinhos Naturais

 




Pesquisar




X









































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR