TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações

Varal com texto

22/12/2005

Panetone – uma história de amor Este ano decidi fazer um panetone ao invés de comprar um já pronto



Este ano decidi fazer um panetone ao invés de comprar um já pronto. Confesso que não é tão simples assim, mas depois de muitos testes, valeu a pena!
Eu e meu ajudante fizemos panetone e chocotone.
Por trás deste “pão” existe uma história bastante curiosa ― uma história de amor que merece ser contada.
Lá pelo século XV, um jovem aristocrata milanês apaixonou-se pela filha de um confeiteiro chamado Toni, que não aprovava o namoro. O rapaz, decidido por seu amor, disfarçou-se de ajudante e foi trabalhar na padaria de seu futuro sogro. Depois de muitas tentativas, inventou um maravilhoso pão com frutas, de extrema delicadeza e sabor especial. O formato do pão, totalmente diferente, imitava uma cúpula de igreja. O sucesso foi imediato e passou a ser conhecido como PANE DI TONI, que com o tempo virou PANETONI. Como várias destas histórias não são verdadeiramente comprovadas, existem outras versões. Uma delas diz que em uma corte de Milão, na festa de Natal, com a sobremesa arruinada, o cozinheiro do duque fez servir aos convidados um pão doce preparado por um ajudante chamado Toni. O pão foi muito apreciado por todos e batizado como PANE DI TONI.
No Brasil, o Panetone chegou trazido por imigrantes italianos. Entre eles estava Carlo Bauducco, que já produzia panetones artesanalmente. Percebendo a possibilidade de realizar bons negócios, em 1952 inaugurou sua doçaria no bairro do Brás. Um dia, precisando aumentar suas vendas, teve a brilhante idéia de encher um avião de panfletos e bombardear [sic] a cidade. Todo o estoque foi vendido em apenas três dias.
Assim, o Panetone atravessou o oceano e tornou-se tradição por aqui também.
Para encerrar, uma dica bem legal para os fãs de panetone: visitem a “Casa Bauducco”. Lá é possível saborear deliciosas fatias de panetone acompanhadas de um verdadeiro café expresso, ver o confeiteiro fazer um panetone e conhecer a história da Bauducco. Ela fica na Rua Normandia, 51, Moema (tel. 11-5093-6405). Fica aberta diariamente, das 10h às 22h, até o dia 24.


Veja mais

Carta do mês de julho da Cidade Âncora: A roupa nova do rei
Esquizofrenia
Não é Não!
Inclusão do deficiente
Crianças e a Pandemia
Do privilégio ao exercício da responsabilidade
Espaço Integração 17 anos
Sobre a atuação da jovem Greta
TV Vagalume: Chorou ganha colo
TV Vagalume: A criança faz parte da tribo família
Bolo improvisado por Natureba TV
Queijo Vegano no Natureba TV
Batata Chips de forno que não gruda
TV Vagalume: Ajudando as crianças a lidar com a raiva
TV Vagalume: A quietude na convivência com as crianças
O que fazer quando a criança faz birra?
Biscoitos de Polvilho Colorido no Natureba TV
Leite de Coco caseiro no Natureba TV
Mousse de Chocolate na NaturebaTV
Naturvin - Cooperativa de Vinhos Naturais

 




Pesquisar




X









































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR