TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações
TENHA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO WHATSAPP, CLIQUE AQUI.
Voltar

13/06/2022

Divulgação de falso massacre em Colégio da Granja Viana mobilizou Policia Civil, GCM e Samu


Uma nova onda de fake news em escolas de todas as regiões do Brasil, iniciada em abril,  tem assustado pais, professores e alunos em todas as regiões do país.  O padrão é o mesmo: o aluno picha em algum lugar da escola, normalmente no banheiro: "Massacre dia X". A maioria tira foto, apaga a frase e depois publica nas redes sociais ou distribui em grupos de WhatsApp, usualmente em um perfil anônimo. E foi o que ocorreu no Colégio Rio Branco, na Granja Viana, que teve um falso massacre agendado para esta segunda-feira. (13).

A Guarda Civil, a Policia Civil e até uma unidade do SAMU foram chamados no Colégio Rio Branco após um boato sobre um massacre que ocorreria na escola. Mas tudo não passou de uma criminosa brincadeira de mau gosto de algum aluno não identificado. 

O falso massacre marcado para esta segunda-feira (13), começou a ser divulgado há cerca de 15 dias na porta das cabines do banheiro masculino. Iniciou-se  uma contagem regressiva e troca de mensagens nos grupos de pais e alunos do colégio e até um atirador estaria dentro da escola nesta manhã. Divulgação de fake news desse tipo vem ocorrendo com frequência em escolas da região. 

Alunos entraram em desespero e ligaram para seus pais irem buscá-los. A direção do colégio, em nota, disse que tomou todas as providências e fazia o monitoramento interno, “resguardando a possibilidade de que os boatos e o compartilhamento das informações pudessem contribuir, ainda mais, com a disseminação de notícias infundadas”.  Disse ainda que acompanha o caso e vai intensificar os programas  de conscientização sobre fake news. 

Abaixo, íntegra da nota enviada pela direção do Colégio Rio Branco: 

“O Colégio Rio Branco informa que tem acompanhado com bastante atenção a onda de notícias falsas sobre alertas de massacres em escolas públicas e particulares brasileiras. Tais mensagens fazem parte de um desafio entre jovens, que teve início nas redes sociais desde 2021, e vem causando inúmeros transtornos à comunidade escolar e às autoridades de segurança pública em todo o país. 

A unidade da Granja Vianna do Colégio Rio Branco teve, recentemente, uma citação atrás de uma porta de banheiro com os dizeres dessa corrente e, ciente dos trotes Brasil afora, tomou as devidas medidas de monitoramento interno, resguardando a possibilidade de que os boatos e o compartilhamento das informações pudessem contribuir, ainda mais, com a disseminação de notícias infundadas. 

Nesta segunda-feira, sem que qualquer fato objetivo tivesse ocorrido, a propagação de boatos ocasionou trocas de mensagens em grupos de pais e alunos, gerando ansiedade na comunidade escolar, o que resultou no acionamento das autoridades policiais. 

Todos justificadamente preocupados, mas sem que nada até o momento tivesse alterado a rotina dos alunos. 

O Colégio Rio Branco lamenta os impactos da disseminação de inverdades como essa e os transtornos causados às autoridades de segurança, bem como a toda a comunidade escolar.

 A escola informa, ainda, que não só continuará a acompanhar a situação, como intensificará seus programas e atividades de conscientização sobre fake news.

Colégio Rio Branco. 

A Direção”. 



 

Pesquisar




X









































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR