TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações
TENHA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO WHATSAPP, CLIQUE AQUI.
Voltar

17/11/2021

Eleição na OAB: “Estou pronto para servir a classe e a sociedade”, diz Ricardo Rodrigues


“Todos pela Ordem” é o slogan da campanha de Ricardo Rodrigues para presidente da sub-seção Cotia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Candidato da chapa 1, ele é apoiado pela atual presidente Mariana Arteiro e também pelo ex-presidente Tuca Miramontes. A chapa 1 tem a advogada Samantha Andreotti candidata a vice-presidência, na Secretaria Marcelo de Toledo, na secretaria adjunta Sara Rocha e finalmente João Teixeira Junior, candidato a tesoureiro. 

Com 42 anos de idade, dos quais 16 atuando na Advocacia, Ricardo Rodrigues diz que se sente preparado para o desafio de estar à frente da instituição que agrega mais de mil advogados na cidade. 

“A experiência que adquiri trabalhando em favor dos meus colegas e da sociedade, me propiciou a decidir que hoje posso me doar mais, fazer mais, me sinto preparado, incentivado e disposto para isso”.

O advogado, especializado em Direito de Família e Sucessões, Direito Imobiliário, Contratos, Direito do Consumidor e Advocacia Extrajudicial afirma que independente de que passou pela presidência, sempre esteve disposto a colaborar e reconhece a importância do cargo. 

“A OAB representa todos os advogados e advogadas que, por sua vez, têm um papel essencial na administração da justiça e na defesa dos interesses da sociedade, mas estou pronto para servir a classe e a sociedade e compromissado em implementar as propostas que visam uma OAB unida, respeitada e valorizada”. 

Lutar pela união da classe, pelo aperfeiçoamento profissional, pelo respeito aos honorários dignos, pela defesa inegociável dos nossos direitos e prerrogativas e pela valorização da advocacia é a principal bandeira de sua campanha que ao contrário de seus colegas e opositores é mais silenciosa, sem grandes movimentações nas redes sociais. 

“Exercemos atividade essencial a administração da justiça, a nobre função de defender os direitos e garantias individuais e coletivas, servimos, portanto, como agentes propagadores da cidadania, da justiça e da paz social. Portanto, queremos sempre priorizar o advogado e a advogada para torná-los protagonistas no cenário profissional, pois somente assim poderemos seguir firmes no propósito de alcançar a justiça para todos os cidadãos”. 

Se for o escolhido entre seus pares diz que sua principal ação será fazer com que os advogados e advogadas voltem para a OAB. Segundo ele, o afastamento se deu em função dos protocolos exigidos pela pandemia. “Por isso o nome da chapa é Todos pela Ordem e o nosso projeto é OAB de Portas Abertas.”

Rodrigues não deixou de fazer elogios à atual presidente  que segundo ele realizou um “excelente trabalho de reestruturação” citando as comissões de trabalho “que tiveram que superar as adversidades nesse longo período de afastamento para desenvolver os seus trabalhos, mas para a OAB que almejamos, é indispensável a integração e união para fortalecemos nossas comissões existentes e instituirmos as novas e assim implementarmos nossas propostas”, diz ele.  “Em especial as voltadas ao aperfeiçoamento profissional para toda advocacia, possibilitando melhores condições no mercado de trabalho e com expansão das áreas de atuações”, completou. 

Além da atividade inerentes à OAB que é o atendimento da população no serviço de assistência judiciária gratuitas,  Ricardo Rodrigues diz que, para aproximar mais a população da Casa do Advogado, criar um canal de comunicação que servirá como de ponte junto as autoridades responsáveis a fim de levar suas denúncias e reclamações de fatos referentes ao interesse geral da comunidade, pleiteando a apuração dos fatos e as providências cabíveis para a resolução do problema.

“O estreitamento da relação com a população é uma forma dela conhecer melhor a OAB e os serviços que prestamos, fortalecendo assim a confiança na instituição. Embora não tenhamos poder de investigação e apuração, podemos cobrar o cumprimento das obrigações pelo poder público”. 

Ao ser perguntado se ter o apoio da atual presidente significaria arcar com ônus e bônus de seu legado, Ricardo Rodrigues é enfático: “ A atual presidente, que é contra a reeleição e a favor da democratização da OAB, o que requer alternância de poder, nos concedeu seu apoio por confiar nos integrantes da chapa, nos nossos ideais, projetos e propostas, e principalmente no nosso comprometimento com advocacia. Portanto, não há que se falar em herança de ônus ou bônus”. 


 

Pesquisar




X









































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR