TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 | Quem Somos | Anuncie Já | Fale Conosco              
sitedagranja
| Newsletter

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER

Receba nosso informativo semanal


Aceito os termos do site.


| Anuncie | Notificações
TENHA NOSSAS NOTÍCIAS DIRETO NO WHATSAPP, CLIQUE AQUI.
Voltar

20/01/2022

Em Cotia, 12 mil ausentes para segunda dose e 52 mil atrasados para o reforço


Levantamento da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Cotia mostra que cerca de 12 mil pessoas estão com o esquema vacinal contra a Covid-19 incompleto, ou seja, já deveriam ter voltado à unidade de saúde para receber a 2ª dose mas não compareceram.

O resultado é mais alarmante entre os as pessoas aptas a receberem a dose adicional (ou dose de reforço) contra dos imunizantes: cerca de 52 mil pessoas que concluíram o esquema vacinal não retornaram ao serviço de saúde para receber a dose extra da vacina e aumentar a proteção contra a doença. Os dados referem-se até o dia 12 de janeiro de 2022.

Enquanto isso, a curva de infectados por covid-19 segue em alta em todo o Brasil, em Cotia não é diferente. De acordo com o último boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica, a cidade registrou em 24 horas (entre os dias 18 e 19)  95 novos casos positivos para Covid e 133 pessoas aguardavam resultados de exames para confirmar ou não a doença. Até esta data (19), 7 pessoas estavam internadas. No acumulado, Cotia contabiliza  18.276 pessoas que contraíram o vírus, das quais 723 morreram por complicações da doença. 

Os prontos de atendimentos da cidade estão lotados desde o final de 2021. A Secretaria de Saúde informa que tem registrado aumento da demanda de pacientes com Síndrome Gripal e suspeita de Covid. 

“Nos prontos atendimentos municipais, na manhã desta quinta-feira (20/01), 27% dos leitos vermelhos estão ocupados por pacientes com Covid-19 e nenhum dos leitos amarelos está ocupado por estes pacientes. Todos estão inseridos no sistema CROSS para remoção para leitos da rede hospitalar estadual”, informou em nota a prefeitura. 

Vale esclarecer que pacientes que ocupam leitos vermelhos são os que estão com quadros mais graves de gripe ou covid, e por isso precisam de suporte de ventilação ou até Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Atualmente, segundo a Secretaria de Saúde, a cidade não possui leitos exclusivos para Covid, “No entanto, quando um paciente é internado com este diagnóstico, ele permanece isolado”. 

Vacinação sem filas ou burocracia

A vacinação é feita nas Unidades Básicas de Saúde (UBS's) do município onde são aplicadas 1ª, 2ª e dose adicional e não há registros de filas demoradas ou falta de vacinas. 

Para receber a dose e completar a imunização, basta comparecer à UBS com documento oficial com foto e CPF e comprovante de endereço. Caso a pessoa já tenha recebido alguma dose do imunizante, deve levar o cartão de vacina. 

Quem testou positivo para Covid-19 deve dar um intervalo de quatro semanas após o início dos sintomas para receber a vacina, e no caso de assintomáticos, o prazo deve ser contado a partir do resultado positivo.


 

Pesquisar




X









































© SITE DA GRANJA. TELEFONE E WHATSAPP 9 8266 8541 INFO@GRANJAVIANA.COM.BR